Volvo Automóveis realiza mais de 2.000 crash tests

Inaugurado em 2000, o Safety Centre da Volvo Automóveis já realizou mais de dois mil crash tests e atualmente testa dez carros por semana no laboratório de colisões. O Safety Centre da Volvo Automóveis foi projetado para reproduzir acidentes dos mais variados tipos e é equipado com duas pistas, uma fixa e outra móvel, que se desloca em 90 graus para possibilitar colisões frontais e laterais entre dois carros, de vários ângulos e em velocidades diferentes. A pista fixa é longa o suficiente para permitir que os carros atinjam velocidades de até 120 km/h. Nesse laboratório também podem ser simulados uma série de outros acidentes, como capotagens ou colisões com animais ou outros objetos.

Durante o processo de desenvolvimento, um novo modelo Volvo chega é submetido a algo entre 100 a 120 crash tests. “Para oferecer carros com o melhor nível de segurança do mundo, nós temos que ter certeza de que os sistemas protejam ocupantes de vários tamanhos em diferentes velocidades e variadas situações de acidentes. É essa capacidade de replicar acidentes reais que faz o nosso centro único”, explica Magnus Krokström, gerente sênior do Safety Centre da Volvo Automóveis.

No total, cerca de 450 crash tests são realizados anualmente. Desde a designação do Safety Centre da Volvo Automóveis como um Centro de Excelência de Segurança da Ford Motor Company, carros de outras marcas produzidas pelo grupo como Jaguar, Land Rover e Ford  também foram testados nesse laboratório.

Envie um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

css.php