Sindicatos fazem manifestação em favor do engate

A Força Sindical, o Sindicato dos Metalúrgicos de São Paulo, o Simefre (Sindicato Interestadual da Indústria de Materiais e Equipamentos Ferroviários e Rodoviários) e empresários de diversos Estados irão realizar uma passeata amanhã (14/03), na avenida Paulista, em São Paulo,  para proteger cerca de 20 mil empregos gerados pelo setor que fabrica e comercializa engates fixos veiculares. O ato é um protesto contra a resolução da Câmara Temática de Assuntos Veiculares do Denatran, que proíbe o uso desses equipamentos nos automóveis.

Há alguns dias um grupo de empresários, fabricantes e revendedores de engate fixo haviam se reunido no Simefre para detalhar as implicações da proibição do equipamento, os impactos no mercado e discutir o andamento do processo. Segundo o diretor do departamento de reboques e trailers do Simefre, o engenheiro Michel Ebel, atualmente a indústria desse setor gera 20 mil empregos diretos e indiretos em todo o País. Para o executivo, a proibição não tem fundamento, pois os engates fabricados no Brasil atendem todas as exigências da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas) e possuem a certificação ISO, como acontece nos Estados Unidos e na Europa.

Já os argumentos da proibição são que os motoristas instalam o componente para embelezar o veículo ou para se protegerem de uma eventual colisão. Para a Câmara Temática de Assuntos Veículares, órgão do Contran que estuda o componente, o uso inadequado do engate fixo pode danificar o veículo e por isso o estudo orienta a utilização de um engate removível.

O caso está em análise na Câmara Temática de Assuntos veiculares, que posteriormente irá enviar a minuta para o Contran colocar em votação o relatório que trata sobre o assunto. Se votado e aprovada a proibição, haverá um período de transição para retorar o equipamento e ou substituí-lo pelo removível. Neste caso, os fabricantes, importadores, instaladores e o consumidor terão dois anos para se ajustarem à nova lei.

Envie um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

css.php