Superbanner - Texaco (30/08 a 24/01/24)

Scania lança cavalo mecânico rodoviário 8×2 de fábrica

A Scania lança o cavalo mecânico com configuração de rodas 8×2 para o segmento de caminhões rodoviários. O modelo se encaixa como mais uma opção para o transporte de cargas de longas distâncias, e fica posicionado entre a composição chamada de “vanderleia” (de eixos espaçados) e o bitrem.

20209

De acordo com a Scania, o cavalo mecânico 8×2 começou a surgir por iniciativa do Grupo G 10, transportador rodoviário de Maringá/PR, que adaptou um cavalo mecânico 6×2 para transformá-lo em 8×2, e trafegar com carretas de três eixos. Oficinas independentes fizeram a adaptação, e a alternativa foi copiada por outras transportadoras. A configuração 8×2 rodoviária permite o aumento de capacidade de carga em comparação à 6×2 com “vanderleia” e menor custo operacional em relação a um bitrem, mantendo a composição dentro da lei.

Em razão de a alternativa ser cada vez mais rentável, o Grupo G 10 procurou a fabricante sueca para desenvolver uma solução de fábrica. A Scania, que já vinha estudando a configuração de eixos 8×2 rodoviária desde 2009, acompanhou o projeto do G10 e desenvolveu o caminhão internamente com peças e componentes capazes de atender também às demandas dessa aplicação.

20210

 O cavalo mecânico Scania 8×2 tem capacidade para 54,5 t de PBTC, de 37 t de carga líquida, leva carreta de três eixos e se encaixa entre a composição “vanderleia” (tração 6×2, carreta de três eixos espaçados e capacidade para 53 t) e o bitrem (o famoso sete eixos, tração 6×4, com duas carretas de dois eixos e capacidade para 57 t). Há opções das cabines R, R Highline ou R Streamline.

O pesado campeão de vendas da marca, R 440, também ganhou sua versão 8×2. O Scania R 440 8×2 sai de fábrica equipado com motor de 13 litros, que gera 440 cavalos de potência e desenvolve torque de 2.300 Nm entre 1.000 e 1.300 rpm. Seus freios são a tambor, o entre-eixos é de 3.900 mm, o eixo de tração é o R 885 (com capacidade máxima de tração de 78 t) e a relação de diferencial de 3,07:1.

20211

Para a Scania conceber um cavalo mecânico com dois eixos direcionais, o 8×2, e manter manobrabilidade e distribuição de peso, foi escolhido o entre-eixos de 3.900 mm; os tanques de combustível foram removidos das laterais, para dar espaço ao eixo, e fixados lado a lado atrás da cabine. A Scania indica para a solução 8×2 rodoviária o uso de dois tanques de 330 litros, que garantem autonomia nas mais diversas condições de uso do chassi.

Também são itens de série a caixa automatizada Scania Opticruise de quarta geração, ar-condicionado digital e Scania Driver Support, exclusiva tecnologia que serve como um tutor eletrônico, instalado no painel, para o auxílio a quem dirige com dicas de melhorias na condução em tempo real. Nos itens opcionais, freio hidráulico auxiliar Scania Retarder de 4.100 Nm, rádio com GPS e faróis de xenônio.

20212

Para suportar o aumento de carga sobre o cavalo 8×2, a quinta roda utilizada é a mesma dos rodoviários 6×4, que tem capacidade de 24 t. No novo modelo Scania, a altura da quinta roda sobe em comparação ao 6×2, para evitar o contato do chassi com o implemento em situações de trafego por terrenos irregulares ou em rampas de acesso. Outra vantagem Scania é o reposicionamento da quinta roda em relação ao eixo de tração para melhor distribuição de carga e garantir mais equilíbrio ao conjunto durante a viagem.

Os dois eixos direcionais são independentes, idênticos e genuínos Scania, e o segundo eixo tem suspensão pneumática e suspensor. Os traseiros têm suspensão pneumática com quatro bolsões, e suspensor no segundo eixo de apoio. O novo modelo dispõe de balança eletrônica integrada, que permite ao motorista ver no painel a informação precisa da distribuição do peso nos eixos. Por segurança, há trava mecânica para impedir o contato da estrutura do eixo com o cardam quando o eixo for suspenso.

O Scania 8×2 rodoviário está em conformidade com a Lei da Balança. Para isso, o modelo foi homologado com o limite de comprimento de 18,6 metros, e os eixos direcionais são de rodagem simples, e os dois eixos traseiros são de rodagem dupla, tanto o trativo quanto o de apoio. Se fossem de outra forma, os eixos traseiros (segundo direcional mais o bogie traseiro) seriam caracterizados como tandem triplo, ferindo a lei.

“A Scania busca atender às necessidades dos clientes e aceitou o desafio de desenvolver e produzir o caminhão. Agora, a Scania traz ao mercado um modelo com garantia 100% de fábrica para o quarto eixo, com todas as suas vantagens e sem nenhum tipo de adaptação”, afirma Victor Carvalho, diretor de Vendas de Caminhões da Scania no Brasil. “A versão 8×2 original representa para o cliente redução do investimento inicial de compra ante uma composição de bitrem com cavalo 6×4 e também na adaptação de um quarto eixo não original no mercado. Ou seja, nossa solução oferece um conjunto confiável, rentável e com menor custo operacional. Isso é fundamental para o mercado do transporte rodoviário de cargas, que tem margens cada vez mais apertadas nos valores dos fretes.”

Comentário em “Scania lança cavalo mecânico rodoviário 8×2 de fábrica

  1. Baseado em qual resolução a SCANIA desenvolveu a configuração cavalo mecânico 8×2 rodoviária?

Envie um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

css.php