Raio-X Fiat Cronos E.torQ 1.8

Fiat Cronos traz motor E.torQ 1.8 16V com evoluções técnicas. Também melhoraram as condições de acesso e eliminaram o reservatório de gasolina para partida a frio

Texto e fotos Edison Ragassi

Lançado no início de 2018, o Fiat Cronos, fabricado na Argentina, entrou no portifólio da fabricante de origem italiana para competir no segmento dos sedãs compactos premium. Ao longo do ano, a montadora aprimorou o veículo e incluir versões para atender públicos variados. Em novembro último, chegou ao mercado a opção Drive com motor 1.8 E.torQ Evo VIS e câmbio automático de 6 marchas, este último da fabricante japonesa Aisin. Até então o acabamento Drive só era ofertado com motor 1.3 Fire Evo, câmbio manual ou automatizado GSR.
Este propulsor Flex tem taxa de compressão de 12,5:1. Com a corrente de comando, sua potência é de 135 cv (G)/139 cv (E) a 5.750 rpm. Entrega torque de 18,8 kgfm (G)/19,3 kgfm (E) a 3.750 rpm.
Raio-X Fiat Cronos E.torQ 1.8
No cofre do motor o espaço é bom, isso facilita o acesso a itens que necessitam de manutenção preventiva. “A caixa do filtro do ar está no centro, para substituir o filtro é só soltar a tampa com chave Philips, já para acessar as bobinas e depois as velas e a flauta de injeção é necessário retirar a caixa que é encaixada. Também não há dificuldades para acessar o TBI é só retirar a mangueira, porém é preciso ficar atento, pois as abraçadeiras não são reaproveitáveis”, fala a mecânica Mara Carneiro, da Senhora Oficina, localizada em Mogi das Cruzes/SP.
Diferente da primeira versão do E.torQ lançada em 2010, o atual não tem o tanquinho de gasolina para auxiliar na partida a frio, o que dispensa manutenção preventiva. Também há facilidade para a regulagem dos faróis e troca das lâmpadas, “o espaço para a mão é muito bom nos faróis, o que exige mais trabalho é se for necessário o reparo do servo-freio, para retirá-lo é necessário deslocar a bateria”, explica Rodrigo Barbosa Lima, também mecânico da Senhora Oficina.

Ao levantar o carro uma surpresa. Não há barreira para acessar o filtro de óleo do tipo ecológico. “A outra versão do EtorQ é mais difícil, nesta recolheram itens para deixar o acesso mais fácil”, complementa ele.
Raio-X Fiat Cronos E.torQ 1.8O Fiat Cronos tem suspensão dianteira do tipo McPherson, “a retirada de molas e amortecedores não exige ferramentas especiais, o que chama a atenção é o número de parafusos torx utilizados”, comenta Mara. Os pivôs são fixos nas bandejas, o indicado é substituir o conjunto completo, “e a barra estabilizadora não oferece dificuldades”, avalia Rodrigo.
A facilidade está presente ao trocar discos ventilados e as pastilhas, pois o sistema é convencional e as conexões do ABS simples de identificar. E a suspensão traseira é do tipo eixo de torção, o que facilita a manutenção são as molas separadas dos amortecedores.
Raio-X Fiat Cronos E.torQ 1.8Os dois profissionais da Senhora Oficina, Rodrigo e Mara, consideram que o Fiat Argo Drive com motor 1.8 E. torQ Evo VIS e câmbio automático tem boas condições de reparabilidade.
Com preço sugerido de R$ 69.990, o sedã compacto premium versão Drive traz de série itens como a direção com assistência elétrica progressiva, ar-condicionado, central, multimídia UCONNECT de tela tátil 7’’ com Android Auto e Apple Car Play, Bluetooth, entrada USB e sistema de reconhecimento de voz e vidros elétricos dianteiros. O volante tem regulagem de altura e comandos do sistema de som.
Raio-X Fiat Cronos E.torQ 1.8Para auxílio ao motorista tem o sensor de estacionamento traseiro com visualizador gráfico e sistema de monitoramento de pressão dos pneus. Outra qualidade do modelo é o generoso porta-malas com capacidade para 525 litros, o que com certeza chama a atenção do consumidor que necessita de um carro para trabalho, como um taxista, por exemplo, e quem busca um veículo de uso misto sem ultrapassar a casa do R$70.000.
Ficha técnica Raio-X Fiat Cronos