Pesquisa da ASE Brasil revela mais profissionalismo nas oficinas

A ASE Brasil – Instituto Nacional para Excelência de Serviço Automotivo – realizou uma pesquisa de opinião com reparadores automotivos e concluiu que houve crescimento do aprimoramento na qualificação e no nível de informação entre os profissionais das oficinas mecânicas.

O estudo mostrou que os estabelecimentos de reparação passaram a utilizar mais os recursos da informática, estão melhores capacitados para atender às exigências dos clientes, deixaram de ser ambientes desorganizados e estão mais preocupados com a atualização profissional.

Cerca de 90% dos entrevistados possuem curso profissionalizante, sendo que 70% deles são formados pelo SENAI. A pesquisa indicou que 53% dos profissionais têm ensino médio completo, enquanto 8% cursaram a universidade. Entre os candidatos, 85% têm acesso à Internet e 80% possuem e-mail.

“Com o avanço da tecnologia na engenharia automotiva, os reparadores ficariam fora do mercado caso não se atualizassem”, completa Geraldo Luiz Santo Mauro, presidente da ASE Brasil.

Envie um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

css.php