Advertisement


Chevrolet Spin: uma combinação de Zafira com Meriva

  • 10928
  • 10915

A General Motors do Brasil apresentou seu mais recente modelo totalmente novo: o Chevrolet Spin, um veículo montado na plataforma do Cobalt, que se posiciona entre a Meriva e a Zafira, com a opção de cinco e sete passageiros, nas versões LT e LTZ. Não é uma minivan e nem um monovolume, garante a engenharia da marca, e sim um MPV (Multi Purpose Vehicle – “veículo multi-uso”), quase um SUV, que tem espaço interno e versatilidade como principais atributos para conquistar o mercado.

  • 10918
  • 10913

Além disso, a relação custo/benefício e um trem de força também totalmente novo complementam as características do Spin. O motor é o Econo.Flex 1.8, que recebeu tratamento para ser robusto, leve e, principalmente, eficiente. O foco desse engenho é o torque, que atinge os 17,4 kgfm no álcool, sendo que 90% esta disponível entre 2.500 a 4.700 rpm, ou seja, a faixa de utilização do dia a dia.

- Publicidade -

10907

O conjunto propulsor agrega tecnologias para priorizar economia de consumo e redução de poluentes: coletor de admissão em plástico com novo ressonador, coletor de escape em aço inox estampado e peças internas melhor balanceadas, medidas que asseguram a redução de atritos e ruídos. O acelerador drive-by-wire possibilita respostas mais rápidas e a unidade de comando eletrônica System Zero, desenvolvida pela própria GM, tem mapeamento baseado no torque.

Para esse modelo, a GM disponibiliza dois conjuntos de transmissão: a manual de 5 velocidades denominada F17 Geração 1.5 e a automática de seis velocidades GF6, a mesma do Cruze e do Sonic. O conjunto manual teve aprimoramentos para otimizart precisão e precisão na troca de engate, são eles: os novos seletores de engate e os sincronizadores triplos, que a marca garante, permitem trocas mais esportivas e sem “arranhar” as marchas.

10905

Já a caixa automática é sequencial e conta com sistema adaptativo de trocas, módulo de controle integrado e freio motor. O conversor de torque com embreagem EC3 conta com um software gerenciador que controla o atrito do componente, deixando parecido com uma caixa manual, mais econômica e precisa.

Os preços do Chevrolet Spin estão bastante competitivos, começando em R$ 44.190,00 para os modelos de 5 lugares e R$ 50.990,00 para as versões de 7 lugares.

  • 10897
  • 10900

Ficha técnica

MOTOR

Modelo: N18XFH
Disposição: Transversal
Número de cilindros: 4 em linha
Cilindrada: 1.796 cm3
Diâmetro e Curso: 80,5 x 88,2 mm
Válvulas: SOHC, duas válvulas por cilindro
Injeção eletrônica de combustível: M.P.F.I. (Multi Point Fuel Injection)
Taxa de compressão: 10,5:1
Potência: Etanol: 108 cv a 5.400 rpm
Gasolina: 106 cv a 5.600 rpm
Torque: Etanol: 17,1 mkgf a 3.200 rpm
Gasolina: 16,4 mkgf a 3.200 rpm
Combustível recomendado: Gasolina comum e/ou Etanol
Bateria: 12V, 50 Ah (50 Ah com ar-condicionado)
Alternador: 80 A (100 A com ar-condicionado)

TRANSMISSÃO

Modelo: F17-5CR – Manual de 5 velocidades à frente sincronizadas
Relação de marchas:
Primeira: 3,73:1
Segunda: 2,14:1
Terceira: 1,41:1
Quarta: 1,12:1
Quinta: 0,89:1
: 3,31:1
Diferencial: 4,19:1

Modelo: GF6 – Automática de 6 velocidades com Active Select
Relação de marchas:
Primeira: 4,45:1
Segunda: 2,91:1
Terceira: 1,89:1
Quarta: 1,44:1
Quinta: 1,00:1
Sexta: 0,74:1
: 2,87:1
Diferencial: 3,72:1

CHASSIS/SUSPENSÃO

Dianteira: Independente do tipo McPherson com molas helicoidais, amortecedores telescópicos pressurizados e barra estabilizadora
Traseira: Semi independente, com eixo torsão, barra estabilizadora no eixo traseiro, molas helicoidais e amortecedores pressurizados
Direção: Pinhão e cremalheira com assistência hidráulica
Direção redução: 16.0:1
Direção número de voltas: 2,87
Diâmetro de giro (m): 10,88

- Publicidade -

FREIOS

Tipo: Discos ventilados dianteiros, tambor traseiro
Disco diâmetro x espessura (mm): Dianteiro: 256 x 24; traseiro: tambor 230 x 45

RODAS/PNEUS

Rodas: 15 x 6J
Pneus: 195/65 R15

CAPACIDADES

Tanque de combustível: 53 litros
Óleo do motor: 3,25 litros (3,5 com o filtro)
Sistema de refrigeração: 5,0 litros
Sistema de partida a frio: 0,50 litro


Fiat lança linha 2013 dos modelos Palio Weekend, Strada e Siena EL

10911

A Fiat está lançando a nova linha 2013 dos veículos Palio Weekend, Strada e Siena EL, que trazem novos acabamentos e mais itens de série. A picape Strada agora oferece cabine dupla e passa a ser equipada com motor E-torQ 1.6 16V, além dos conhecidos Fire 1.4 e E-torQ 1.8 16V. Já o novo Palio Weekend está disponível em quatro versões e também pode receber os mesmos conjuntos. A versão Adventure tanto do Palio quanto da Strada são vendidas com o câmbio Dualogic e bloqueio de diferencial Locker. O sedã Siena EL ganhou mais componentes e conta com motores Fire 1.0 e 1.4.

O visual de todos os modelos recebeu modificações sutis, apenas para diferenciar a gama. Há novo conjunto de rodas e calotas, e as versões Adventure, por exemplo, receberam um novo para-choque. No interior, há tecidos mais nobres nas forrações, novo volante, quadro de instrumentos com novas grafias, além de porta-copos, objetos e revistas. Foram incorporadas nova tampa do air bag, saídas de ar e na parte central do painel de instrumentos chegando aos detalhes no quadro de instrumentos, nas molduras da bússola e do inclinômetro nas versões Adventure e até nas bolsas porta-objetos das portas dianteiras.

Na Strada há diversas alterações como a nova estrutura dos bancos, revisão do sistema de movimentação longitudinal, e inclusão de apoio para o pé esquerdo do motorista. A versão Working conta com itens como trip computer, alertas de limite de velocidade e manutenção programada, cintos de segurança retráteis de três pontos com regulagem de altura, follow me home, retrovisores externos com comando interno, grade protetora do vidro traseiro, porta-escadas, tampa da caçamba removível com chave, ganchos para amarração de carga na cabine e na caçamba e porta-objetos nas portas.

Como opcionais, há sistema HSD (High Safety Drive), que é composto por air bags dianteiros e freios ABS com EBD, além de vidros e travas elétricos. Há opção de direção hidráulica, ar condicionado, volante com regulagem de altura, janela traseira corrediça, faróis de neblina, capota marítima, rádio Connect CD MP3, viva voz Bluetooth e entrada USB. As novidades da linha Trekking, no entanto, são a cabine dupla e o conceito HSD (High Safety Drive), que é composto por air bags dianteiros e freios ABS com EBD, além de vidros e travas elétricos. A versão topo de linha Adventure recebeu todas estas novidades.

Com espaço interno primoroso, o Palio chega com parte central do painel com novos difusores de ar, arquitetura elétrica redefinida, bolsas porta-objetos nas portas agora com porta-garrafas, porta-óculos e revistas, novo volante, novo apoio para o pé do motorista e nova chave Telecomando para as versões Trekking e Adventure. Cada versão apresenta uma grafia exclusiva para os novos quadros de instrumentos que conta com velocímetro, conta-giros, marcador de temperatura da água gradual, display digital que reúne informações de relógio, trip computer, My Car Fiat e indicação de nível de combustível. Todas a versões vêm com o sistema HSD.

A versão Attractive equipada com motor Fire 1.4 tem maçanetas, retrovisores externos, para-choques, minissaias laterais e aerofólio traseiro na cor do veículo e traz entre os seus itens de série alertas de limite de velocidade e manutenção programada, Trip Computer comando interno de abertura do porta-malas e da tampa do tanque de combustível, direção hidráulica, Follow me home, brake light, entre outros.

O Palio Adventure barras longitudinais no teto com brake light integrado, faróis de profundidade, retrovisores externos com luzes indicadoras de direção integradas e grade frontal cromada. Os opcionais são Locker , bancos revestidos parcialmente em couro, vidros elétricos traseiros com one touch e antiesmagamento, sensor de estacionamento traseiro, subwoofer, comando do rádio no volante e volante com alavancas de seleção das marchas tipo borboleta para a versão Dualogic.

Por fim, o Siena EL, disponível com motor 1.0 e 1.4, ganhou para-choque dianteiro em ambas as versões, novas rodas de liga leve e calotas com design mais atuais. Por dentro, o destaque fica por conta dos bancos com revestimento em novo tecido, novo volante de três raios, porta-objetos, bolsas porta-revistas no encosto dos bancos dianteiros, porta-óculos e porta-objetos móvel tipo “copinho”.

O quadro de instrumentos com fundo preto dispõe de velocímetro, conta-giros, marcador de temperatura da água e display com relógio, trip computer, My Car Fiat e indicador de nível de combustível. O sistema de som também apresenta novidades e pode ser composto por novos rádios CD/MP3 e CD/MP3/Connect com porta USB e conexão para iPod e Bluetooth. Por fora, os destaques são a grade frontal om acabamento cromado, para-choques e minissaias laterais na cor do veiculo, mais maçanetas e retrovisores externos na cor preta.

Na lista de equipamentos de série traz alertas de limite de velocidade e manutenção programada, comando interno de abertura do porta-malas e da tampa do tanque do combustível, Follow me home, desembaçador do vidro traseiro temporizado, revestimento porta-malas completo, tomada 12V, entre outros itens.

10904


Mercedes-Benz começa a vender novo SLK 55 AMG em agosto no Brasil

10926

A Mercedes-Benz está lançando no Brasil o novo SLK 55 AMG, que une ótimo desempenho com excelente comportamento dinâmico. O novo motor V8 5,5 litros com desativação de cilindros alcança potência máxima de 421 cv e torque máximo de 540 Nm. Econômico, o veículo acelera de 0 a 100 km/h em 4,6 segundos e atinge 250 km/h de velocidade máxima, controlada eletronicamente.

10927

O motor a gasolina dispõe de injeção direta com pressão de 200 bar, combustão controlada por spray e injetores piezo elétricos, cárter totalmente em alumínio, quatro válvulas por cilindro com ajustamento contínuo do eixo de comando, taxa de compressão de 12,6:1, sistema start/stop e gerenciamento do gerador, com rotação máxima acima de 7 mil rpm.

A suspensão AMG, sistema de direção Direct-Steer, garante uma direção esportiva e precisa. O modelo ainda conta com sistema de frenagem e programa eletrônico de estabilidade (ESP) de três estágios. O veículo ainda traz rodas exclusivas AMG com aro 18″. A carroceria tem design AMG exclusivo com spoiler diferenciado e duas saídas de escape duplas cromadas na traseira complementam as proporções clássicas.

10931

O sistema de escapamento conta com um flap de controle em cada lado, para alcançar notas emocionais quando o carro é dirigido de forma esportiva, e uma tonalidade mais discreta quando o motor é usado de forma menos intensa. O objetivo do projeto sonoro foi alcançar uma síntese perfeita entre a percepção do dinamismo e o conforto em longas distâncias.

O duplo escapamento esportivo AMG com duplas ponteiras cromadas tem 65 mm de diâmetro entre os coletores e o pré-silenciador. O diâmetro é reduzido para 60 mm do pré-silenciador até os silenciadores traseiros. A baixa emissão de gases atende às normas de emissões Euro 5, assim como todas as exigências do mercado americano.

10914

Coletores com isolamento térmico por camada de ar garantem uma rápida resposta dos conversores catalíticos. Para maior eficiência e economia de espaço, este conceito utiliza um catalisador duplo, em linha, de cada lado do veículo: próximo à parede de fogo, dois elementos de cerâmica com paredes finas são alojados em cada um dos conjuntos.

Para o modelo foi destinada a transmissão automática AMG SPEEDSHIFT PLUS 7G-TRONIC, que dispõe de três diferentes modos de operação: “Eficiência Controlada” (C), Sport (S) e Manual (M). A função automática (punta-taco) nas reduções, assim como a breve e precisa interrupção da ignição e injeção durante as acelerações a plena carga, que reduz os tempos de trocas de marchas e aumentam o apelo emocional quando o carro é guiado de forma esportiva.

Um amortecedor torsional duplo tipo turbina, com pêndulo centrífugo, que se adapta à rotação do motor, ajuda a minimizar as vibrações durante a operação em quatro cilindros e reforça a impressão de conforto aos ocupantes do veículo.

O SLK 55 oferece como item opcional o teto panorâmico variável, que abre e fecha em menos de 20 segundos, transformando o roadster em um cupê com teto rígido ao toque de um botão. Alternativamente, pode ser escolhido um teto em policarbonato colorido. A terceira opção é o teto panorâmico variável com MAGIC SKY CONTROL, que muda entre o claro e o escuro ao comando de um botão.

Outros itens de assistência disponíveis são o Intelligent Light System, com cinco diferentes funções de iluminação, sistema antecipatório e reversível PRE-SAFE de proteção aos ocupantes, capaz de ativar medidas de proteção para os passageiros do carro como precaução. O objetivo é preparar os ocupantes e o veículo para uma colisão iminente de forma que os cintos de segurança e os airbags possam desempenhar melhor sua função protetora durante um impacto. O novo SLK 55 AMG começará a ser comercializado no Brasil em agosto de 2012 com o preço público de US$ 244.900.

Ficha técnica

Mercedes SLK 55 AMG

Cilindrada: 5.461 cm3
Cilindros: 8, em V
Diâmetro x curso: 98,0 x 90,5 mm
Taxa de compressão: 12,6: 1
Potência: 421 cv a 6.800 rpm
Torque máximo: 540 Nm a 4.500 rpm
Peso do motor (drenado): 187 kg
Emissões de CO2: 195 g/km
Aceleração 0-100 km/h: 4.6 s
Velocidade máxima: 250 km/h (limitada)


Linha 2013 da Mitsubishi L200 Triton tem suspensão recalibrada

A Mitsubishi está disponibilizando a linha 2013 da picape L200 Triton, disponível em cinco modelos: L200 Triton HPE, L200 Triton Savana, L200 Triton GLS, L200 Triton GLX e L200 Triton GL. A picape, que engloba o know-how da marca adquirido na Mitsubishi Cup, tem novas tecnologias em sua suspensão: o sistema SDS com os amortecedores Full Displacement.

  • 10887
  • 10925
  • 10886
  • 10896

De acordo com a montadora, toda a suspensão foi recalibrada para proporcionar o mesmo nível de conforto e segurança com o carro vazio ou completamente carregado, em pisos planos ou irregulares. O sistema SDS (Sport Dynamic Suspension) se trata de um conjunto de melhorias que reduz o movimento da carroceria e deixa o veículo mais estável tanto no asfalto como no uso off-road.

Um dos pontos-chave do SDS são os amortecedores Full Displacement, cuja tecnologia permite uma resposta dinâmica mais rápida que a dos amortecedores tradicionais. Segundo a Mitsubushi, como a picape se destina a uso misto, o Full Displacement compensa a diferença entre a condição de picape vazia e carga máxima, fazendo com que as rodas não tendam a se projetar com velocidade em buracos e depressões. “As oscilações da carroceria em saídas de curva e a demora em responder aos comandos do volante, características comuns em muitas picapes, foram praticamente eliminados na Triton 2013”, garante o Diretor de Engenharia da Mitsubishi, Reinaldo Muratori.

A L200 Triton HPE 2013 está disponível em duas motorizações, flex (gasolina/álcool) e diesel.Conforme dados de fábrica, o motor flex 3.5L V6 MPI, 24 válvulas, SOHC, é capaz de gerar potência de 205 cv a 5.000 rpm com etanol e 200 cv a 5.000 rpm com gasolina; e o torque máximo de 33,5 kgfm a 3.500 rpm (etanol) ou 31,5 kgfm a 3.500 rpm (gasolina). Já a motorização diesel é um 3.2 litros, 16 válvulas, DOHC com injeção eletrônica direta Common-Rail, turbocompressor e intercooler, que desenvolve potência de 170 cv a 3.500 rpm e torque é de 35 kgfm a 2.000 rpm.

A versão a diesel tem dois tipos de transmissão, automática ou manual. Todos os modelos, entretanto, possuem sistema de tração Easy Select 4WD, que permite a opção de três modos distintos de atuação: 4×2 (somente tração traseira), 4×4 (tração nas quatro rodas), e 4×4 com reduzida. A picape ainda possui o sistema LSD Hybrid no diferencial traseiro (com exceção das versões GLX 3.2 M/T e GL 3.2 M/T), que auxilia a transposição de obstáculos severos ao transferir automaticamente a tração para a roda que necessita de mais força.

Na parte de segurança, a L200 possui freio com sistema 4-ABS com EBD e chassi projetado para incrementar a resistência à flexão e à torção. A cabine conta com o sistema RISE de deformação programada, que inclui coluna de direção, pedal e o espelho retrovisor interno colapsáveis, além de barras de proteção lateral e airbag duplo.

Tabela de preços da linha 2013 da Mitsubishi L200 Triton

L200 Triton HPE Diesel AT – R$ 121.490
L200 Triton HPE Diesel MT – R$ 112.490
L200 Triton HPE Flex AT – R$ 99.990
L200 Triton Savana – R$ 112.490
L200 Triton GLS – R$ 95.990
L200 Triton GLX – R$ 87.490
L200 Triton GL (airbag, abs) – R$ 88.990
L200 Triton GL – R$ 83.990


Peugeot lança linha 2013 do utilitário Boxer

10885

A Peugeot está lançando a linha 2013 do utilitário Boxer, composta por seis configurações diferentes para transporte de cargas (Furgão) e passageiros (Minibus). A principal novidade do modelo é o motor 2.3 HDi L6, nova versão do 2.3 HDi que equipava o modelo anterior, mas, agora, adaptado às normas de emissão de poluentes do Proconve L6, que regulamenta os veículos leves.

10902

De acordo com a fábrica, o novo 2.3 HDi L6 tem torque máximo de 32,6 kgfm a 1.800 rpm, contra 30,6 kgfm da versão anterior. Já a potência máxima é a mesma, de 127 cv a 3.600 rpm. A Peugeot salienta que esses números são equivalentes aos de blocos maiores, o que insere a marca ainda mais na tendência internacional de downsizing de motores.

Para atender ao Proconve L6, o propulsor dispõe do sistema EGR de recirculação dos gases, além de conversor catalítico oxidante e filtro de partículas diesel (DPF), este que fica no sistema de escapamento e é responsável por reter a emissão de material particulado. A Peugeot lembra que, nesse tipo de motor, é indispensável a utilização de diesel S-50.

No chassi, a suspensão dianteira é independente, tipo McPherson, braços oscilantes inferiores à geometria triangular, barra estabilizadora, molas helicoidais e amortecedores hidráulicos telescópicos com fixação elástica na carroceria. Na traseira, a suspensão é composta por um eixo rígido tubular, com mola de uma lâmina longitudinal. Os amortecedores são hidráulicos e telescópicos verticais, enquanto a direção é hidráulica com comando a pinhão e cremalheira e os freios são a disco nas quatro rodas (ventilados nas dianteiras).

Segundo a Peugeot, a Boxer 2013 chega às concessionárias nas seguintes versões:

– Minibus 16 lugares: R$ 87.490 (Para transporte de passageiros em curtas distâncias)
– Boxer Furgão Curto 330: R$ 77.390 (Versão de entrada entre as opções para transporte de carga, com compartimento de carga de 7,5 m³ de capacidade)
– Boxer Furgão Médio 330: R$ 79.990 (Esta versão é 350 mm maior do que a versão de entrada, o que lhe permite 1,5 m³ de capacidade de carga a mais: 9,0 m³)
– Boxer Furgão Médio 350 MH com Teto Elevado: R$ 84.590 (É a segunda opção com teto elevado. O compartimento de carga tem 10,0 m³)
– Boxer Furgão Longo 350 LH com Teto Elevado: R$ 86.790 (Com um entre-eixos maior – 3.700 mm -, permite mais opções de uso e configurações. O compartimento de carga tem 12,0 m³)
– Boxer Furgão Longo 350 LH com Teto Elevado Vidrado: R$ 87.990

FICHA TÉCNICA

Boxer Furgão Curto 330 2.3 HDi L6
Boxer Furgão Médio 330 2.3 HDi L6
Boxer Furgão Médio 350 MH 2.3 HDi L6 c/ Teto Elevado
Boxer Furgão Longo 350 LH 2.3 HDi L6 c/ Teto Elevado
Boxer Furgão Longo 350 LH 2.3 HDi L6 c/ Teto Elevado Envidraçado
Boxer Minibus 2.3 HDi L6 16 Lugares

Motor

Cilindros 4 em linha
Válvulas 16
Cilindrada 2287,00 cc
Potência cv/rpm 127 / 3600
Torque mkgf/rpm 32,6 / 1800
Alimentação Injeçao Eletrônica
Conversor catalítico Pré-catalizador, catalizador (DOC) e filtro particulado (DPF)

Transmissão

Tração Dianteira com juntas homocinéticas
Câmbio Manual (5 frente e 1 ré)

Direção

Sistema Com pinhão e cremalheira com assistência hidráulica

Suspensões

Dianteira Mc Pherson com rodas independentes, braços oscilantes inferiores a geometria triangular, barra estabilizadora e molas helicoidais
Amortecedores Hidráulicos, telescópicos, fixação elastica na carroceria
Traseira Eixo rígido tubular com molas longitudinais
Amortecedores Hidráulicos, telescópicos, fixação elastica na carroceria

Freios

Dianteiros Discos Ventilados
Traseiros Discos Sólidos


Mercedes-Benz lança C 63 Coupé Black no Brasil

10921

O novo superesportivo Mercedes-Benz C 63 Coupé Black Series acaba de chegar ao Brasil desfilando alto desempenho. Equipado com o motor V8 AMG de 6.3 litros, o veículo atinge impressionantes 517 cv e torque máximo de 620 Nm/5200rpm, programado exclusivamente para o modelo. O conjunto é aspirado e possui pistões forjados, bielas e virabrequim ultraleves, provenientes do SLS AMG, além de uma nova unidade de gerenciamento do motor.

10899

O powertrain conta com transmissão esportiva AMG SPEEDSHIFT MCT com sete marchas. Vem com quatro modos de transmissão, dupla-ebreagem nas reduções e sistema Race Start. Para uma modo de direção diferenciado, o automóvel conta com suspensão esportiva AMG ajustável “coil-over” e sistema de frenagem AMG com discos em material composto.

A suspensão foi projetada com molas helicoidais envolventes. O sistema permite numerosas opções de regulagem e o motorista pode criar seu próprio acerto pessoal. A bitola dos eixos foi alargada em 40 milímetros na frente e 79 milímetros na traseira, respectivamente. Juntamente com as barras de torção estabilizadoras.

10908

O coupé traz direção esportiva AMG sensível à velocidade que facilita o controle do veículo. O mapa de controle da assistência redefinido assegura precisão no controle do volante. O bloqueio de diferencial AMG de série é responsável pela confiabilidade da tração, especialmente no uso nas pistas de corrida.

10912

O motorista pode escolhe entre acionar ou não o modo ESP (Sport Handling Mode), dependendo do tipo de condução que desejar. O sistema antibloqueio de frenagem foi completamente alterado e o sistema AMG de freios de alta performance também passou por novo desenvolvimento.

Foi adotado um sistema maior, com discos dianteiros em material composto comprovado pelo uso esportivo (tamanho 390 x 36 milímetros) e discos traseiros de aço com 360 x 26 milímetros. Pinças pintadas de vermelho com seis pistões na dianteira e quatro pistões na traseira desaceleram com segurança os discos ventilados, perfurados e resistentes à fadiga por aquecimento.

Tem rodas AMG forjadas de liga leve 255/35 R 19 e 285/30 R 19. A combinação é montada em com 9 x 19 polegadas na dianteira e 9,5 x 19 polegadas na traseira, preenchendo as caixas de rodas e criando um efeito de impacto.

Por dentro tem assentos esportivos tipo concha. Há forração em microfibra Dinamica nos painéis centrais, porta e volante. Traz borboletas de alumínio para mudanças de marcha manuais. O painel de instrumentos com três mostradores redondos traz um display colorido TFT.

Para a segurança dos usuários é vendido com cinco airbags, tensionadores e limitadores de força dos cintos de segurança para todos os bancos, sistema de freios ABS e ESP de triplo estágio, assistência dos faróis, sistema de alerta para perda de pressão dos pneus e controle automático de velocidade com limitador variável. O C 63 Coupé Black Series será comercializado no valor de US$ 337.800.

FICHA TÉCNICA

Cilindrada: 6.208 cm3
Potência: 517cv a 6.800 rpm
Torque máximo: 620 Nm a 5.200 rpm
Peso do motor (drenado): 196 kg
Aceleração 0-100 km/h: 4,2 s
Velocidade máxima: 300 km/h (Limitada eletronicamente)
Câmbio: AMG SPEEDSHIFT MCT de 7 velocidades
Peso: 1.730 kg
Comprimento: 4.764 mm
Largura: 1.997 mm
Altura: 1.388 mm
Capacidade do porta-malas: 475 L
Tanque de combustível: 66 L


Fiat amplia número de componentes no Linea e Idea 2013

10930

A Fiat está lançando as versões do Fiat Linea e Idea 2013 com novos conteúdos agregados. Entre os destaques está o novo câmbio Dualogic Plus, que conta com as novas opções “Creeping” e “Auto-Up Shift Abort”, para facilitar manobras e retomadas de velocidade.

  • 10888
  • 10890

Além disso, ambos são vendidos com nova grafia do quadro de instrumentos com display de LCD branco. A linha Essence ainda conta como novas rodas de 16 polegadas e comando de câmbio no volante tipo borboleta na versão com Dualogic. A gama Absolute já vem de série com câmbio tipo borboleta, parafusos anti-furto e tapete em carpete preto.

  • 10895
  • 10894

Há um novo rádio na cor preto para as versões Attractive e Essence, e cinza para a versão Adventure. Em razão disso, os botões das funções Locker e My Car passam a ficar abaixo do rádio. O botão de travamento das portas, por sua vez, fica agora abaixo das saídas de ar centrais. Todas as versões receberam novos tecidos.

Confira os preços:

Fiat Linea:

Linea Essence 1.8 16V – R$ 52.990
Linea Essence Dualogic 1.8 16V – R$ 55.780
Linea Absolute Dualogic 1.8 16V – R$ 63.140Fiat Idea:
Idea Attractive 1.4 – R$ 42.370
Idea Essence 1.6 16V – R$ 45.140
Idea Essence Dualogic 1.6 16V – R$ 47.130
Idea Adventure 1.8 16V R$ 51.040
Idea Adventure 1.8 16V Dualogic – R$ 52.980


Audi A6 Avant chega ao Brasil em sua sétima geração

A Audi está trazendo ao Brasil a sétima geração da stationwagon Audi A6 Avant, perua derivada do sedã médio da marca alemã. Entre as principais modificações anunciadas em relação à versão anterior, a nova A6 Avant conta com novos recursos de tecnologia utilizadas nas linhas A7 e A8, carroceria mais leve e motor mais potente. Conforme os dados da Audi, o motor 3.0 TFSI (turbo e injeção direta), movido a gasolina, tem 2.995 cm3 e é capaz de atingir 300 cv de potência e 440 Nm de torque entre 2.900 e 4.500 rpm.

10917

A montadora detalha que os dois intercoolers do sistema de turbo foram retrabalhados para refrigerar ainda mais o ar comprimido, permitindo que mais oxigênio entre nas câmaras de combustão. Juntamente com o melhor aproveitamento dos injetores, resultou no ganho dos 10 cv de potência em relação à geração anterior. Segundo a Audi, graças ao conjunto, a A6 Avant acelera de 0 a 100 km/h em 5,6 segundos e tem velocidade final limitada eletronicamente em 250 km/h. Os dados de consumo apontam que a nova perua é 21% mais econômica do que a versão anterior, fazendo, na média cidade/estrada, 12,2 km/litro de combustível.

10909

A transmissão do modelo é a S tronic, com sistema de dupla embragem e 7 velocidades. A caixa é aliada ao sistema quattro de tração integral, que possui duas novidades: um novo diferencial central e a função de vetorização de torque, que garantem mais tração, estabilidade e resposta dinâmica. De acordo com a Audi, isso acontece porque o sistema atua nas quatro rodas, ou seja, se uma delas fica sem atrito quando o veículo está sendo dirigido no limite, o sistema desacelera um pouco aquela roda para evitar que ela derrape, o que, por exemplo, melhora a tração nas curvas. A dirigibilidade é auxiliada também pela carroceria mais leve, cujo sistema de suspensão possui braços confeccionados em alumínio. O modelo está equipado também com direção eletromecânica.

10898

Entre as tecnologias embarcadas que agora estão presentes na stationwagon, está o Audi Drive Select, que altera os parâmetros de dirigibilidade do carro atuando na direção, na resposta de aceleração e na suspensão. O sistema oferece quatro modos de dirigir: Dinâmico, Auto (normal), Conforto e Individual, este último configurável pelo próprio motorista.

10892

Outros sistemas de auxílio são o Audi Night Vision (que, segundo a montadora, detecta e alerta para a presença de pessoas e animais até 300 metros à frente do veículo quando escurece); o ACC (Adaptative Cruise Control – controle de cruzeiro adaptativo que regula automaticamente a distância e velocidade dos veículos à frente); o Audi Pre Sense Plus (auxílio para situações de emergência antes da percepção do motorista e que, automaticamente, aciona o sistema de freios, modifica o posicionamento dos assentos e fecha totalmente os vidros e o teto solar); e o head-up display (que projeta as principais informações sobre o para-brisa em forma de símbolos e dígitos).


Novo Audi Q3 chega ao mercado brasileiro em duas opções de potência

10920

Já está à venda no Brasil o Audi Q3 2.0 TFSI quattro, SUV compacto que vem equipado com o motor 2.0 turbo FSI gasolina em duas versões de potência: 170 cv e 211 cv. Segundo a marca alemã, é o mesmo motor que equipa os modelos A4, A5, Q5 e os TT coupé e roadster. O modelo já está disponível nas concessionárias Eurobike e tem preço de R$ 144.900,00.

10929

Conforme os dados da Audi, o Q3 tem 4,39 m de comprimento, 1,83 m de largura, 1,60 m de altura, e porta-malas que varia de 460 a 1365 litros. O veículo teve sua carroceria e forma de construção trabalhados para reduzir o peso do veículo para 1510 kg (com motor de 170 cv) e 1565 kg (motor de 211 cv).

10906

A montadora especifica que a versão de 170 cv do Q3 tem torque máximo de 28 kgfm disponível entre 1.700 e 4.200 rpm, acelera de 0 a 100 km/h em 7,8 segundos, atinge velocidade máxima de 212 km/h e tem consumo combinado (cidade/estrada) de 13 km/litro. Já com 211 cv, o torque máximo é de 30 kgfm entre 1.800 a 4.900 rpm, acelera de 0 a 100 km/h em 6,9 segundos, atinge 230 km/h e tem consumo combinado (cidade e estrada) de 12,98 km/litro. Para atingir esses números, segundo a Audi, as duas versões de motores do Q3 combinam tecnologias como injeção direta de combustível, turbo e sistema de recuperação de energia (KERS).

10901

A tração integral permanente quattro está disponível nas duas versões de motorização. O sistema possui uma embreagem multiplatô controlada eletro hidraulicamente que, em milésimos de segundos, redistribui a força a partir do eixo dianteiro para o eixo traseiro, quando necessário. O sistema também dá a opção de acionamento permanente do eixo traseiro.

Ainda no conjunto mecânico, o Q3 vem equipado com o câmbio de dupla embreagem e sete velocidades S tronic, que, segundo a Audi, faz trocas de marcha em 0,2 segundos, e também tem a opção de mudança de marchas por meio de shift paddles no volante.
O modelo também traz suspensão traseira four-link, que trabalha com as forças longitudinais e laterais separadamente; direção assistida eletromecânica; freios a disco, ventilados na dianteira, auxiliados por ABS e ESP; e freio de estacionamento eletromecânico.

O Q3 traz ainda rodas de 17 ou 18 polegadas em liga leve, pneus de baixa resistência ao rolamento e distância do solo de 17 centímetros, que permite ao modelo enfrentar terrenos acidentados. Por sua vez, o sistema Audi Drive Select, disponível na versão de 211 cv, muda o comportamento do carro de acordo com a opção selecionada: Conforto, Auto, Dinâmico ou Eficiência.

O modelo também possui sistemas de auxílio ao motorista, como o Audi Side Assist, que utiliza radar para ajudar o motoristas a mudar de pista, com velocidade superior a 30 km/hora e o de assistência ao estacionamento, que esterça a direção quando o veículo está manobrando, com a ajuda de doze sensores ultra-sônicos que detectam obstáculos, memorizam e alertam o motorista sobre os riscos de colisão.

10891


Fiat Bravo ganha versão Sporting com nova suspensão

10916

A Fiat amplia a linha do hatch Bravo com as versões Sporting e Sporting Dualogic, equipadas com o motor 1.8 16V E.torQ e dotadas de suspensão esportiva, a mesma utilizada na versão T-Jet. Segundo a Fiat, o diferencial do conjunto é que o centro de gravidade do veículo é rebaixado, oferecendo maior estabilidade sem perder o conforto.

10889

Externamente, o modelo se diferencia do restante da gama pelos detalhes esportivos, como spoiler e minissaias laterais, novos detalhes na grade do veículo e rodas de liga leve 17″. O modelo ainda traz teto-solar de série.

10922

A versão Dualogic tem outras novidades mecânicas, trazidas pelo novo câmbio Dualogic Plus. De acordo com a Fiat, a nova transmissão tem trocas de marchas mais confortáveis, além de trazer duas novas tecnologias: “Creeping” (que facilita manobras de estacionamento e rampas leves, funcionando como um câmbio automático convencional) e “Auto-Up Shift Abort” (capaz de identificar o exato momento de uma retomada de velocidade e abortar a troca para uma marcha superior).

  • 10919
  • 10893

Confira abaixo os preços divulgados pela Fiat para a linha Bravo 2013

Bravo Essence 1.8 16V – R$ 53.140
Bravo Essence Dualogic 1.8 16V – R$ 55.600
Bravo Sporting 1.8 16V – R$ 58.140
Bravo Sporting Dualogic 1.8 16V – R$ 60.600
Bravo Absolute Dualogic 1.8 16V R$ 62.140
Bravo T-Jet 1.4 16V – R$ 66.280


Kia equipa modelo Mohave com nova motorização

10924

A Kia está trazendo para o Brasil o SUV Mohave com nova motorização diesel e nova transmissão em seu modelo H.570. De acordo com a montadora, agora, a versão H.570 possui motor diesel 3.0 litros V6 DOHC de 24 válvulas, capaz de gerar 256 cv de potência. A transmissão automática de oito velocidades (com opção de troca sequencial) substitui a anterior de 6 marchas. O modelo está à venda por R$ 189,9 mil.

10923

O Mohave também está disponível na versão H.670, com motor a gasolina 3.8 litros V6 DOHC de 24 válvulas CVVT, que gera 275 cv de potência, segundo a fábrica. Sua transmissão é automática de cinco marchas, também com opção de troca sequencial. A versão está nas concessionárias da marca pelo preço divulgado de R$ 169,9 mil.

10910

De acordo com a Kia, os dois modelos possuem tração 4×4, computador de bordo, air bags frontais, laterais e de cortina com sensor de capotamento, freios a disco nas quatro rodas com ABS e EBD e os sistemas HAC, DBC, TCS e ESP.

- Publicidade -