Queima de óleo em excesso e luz de óleo piscando no painel são alguns dos indícios 

A Nakata alerta como identificar alguns sinais de comprometimento na bomba de óleo, responsável pelo fluxo de óleo no interior do motor e pela lubrificação de suas partes móveis. Caso não esteja em perfeitas condições, a peça pode levar até a fundir o motor. Entre os indícios estão luz de óleo piscando, o que pode significar também desgaste em bronzinas de biela, buchas ou mancal.

Jair Silva, gerente de qualidade e serviços da Nakata, recomenda testar a pressão da bomba e identificar a causa na hora do diagnóstico. “O motorista também deve observar se há queima de óleo em excesso, ruídos no virabrequim ou comando ou borras de óleo no sistema de lubrificação”, comenta. Caso isto ocorra, será preciso checar os componentes do motor.

- Publicidade -

A empresa ressalta ainda que não há uma quilometragem média que indique o momento da troca da bomba de óleo. É indicado substituir a bomba quando se repara peças internas do motor, assim como checar os componentes do motor, verificar folgas e o tubo de sucção de óleo, conhecido como pescador, sempre que trocar a bomba de óleo.

- Publicidade -