Fiat contrata funcionários e celebra projeto de inclusão social

A Fiat Automóveis contratou 3 mil empregados em 2007 e convidou o ministro do Trabalho e Emprego, Carlos Lupi, para ser o patrono da turma de formandos do programa “Aprendiz Fiat”, de inclusão social e profissional de adolescentes. Além de visitar as instalações da fábrica onde trabalham atualmente cerca de 15.200 pessoas, as quais produzem cerca de 2.800 veículos por dia, o ministro também conheceu os resultados dos projetos sociais desenvolvidos pela empresa dentro do programa “Árvore da Vida”, voltado para a promoção do desenvolvimento humano no bairro Jardim Terezópolis, em Betim/MG.

Diante de 200 novos colaboradores da fábrica, o ministro fez a entrega da carteira de trabalho assinada e do crachá da Fiat a um grupo de dez empregados recém-contratados, como ato simbólico da contratação do grupo de 1.700 trabalhadores em junho. Entre janeiro e fevereiro, a Fiat já havia contratado 1.200 pessoas para dar início à operação do terceiro turno de produção. Outros 153 empregados foram recrutados para funções não ligadas diretamente à produção, a maior parte na área de engenharia. “Este movimento coloca a Fiat como uma das empresas privadas que mais gerou empregos este ano no País”, afirma Roberto Gioria, diretor de RH para a América Latina.

Ele destaca, ainda, que grande parte dos contratados – cerca de 40% – é formada por pessoas que tiveram a oportunidade de seu primeiro emprego. A iniciativa de priorizar o primeiro emprego e a absorção de pessoas desempregadas ou que estavam no mercado informal foi o resultado de um acordo entre a Fiat, a Delegacia Regional do Trabalho (DRT-MG) e o Sindicato dos Metalúrgicos de Betim, Igarapé e Bicas.

– Projeto
O conjunto de ações do “Árvore da Vida” engloba aulas de alfabetização, cursos profissionalizantes, atividades esportivas e artísticas, com benefícios diretos para cerca de 3.000 pessoas. “Além de sua grande contribuição econômica, faz parte do compromisso da Fiat com o Brasil a participação ativa para o desenvolvimento sustentável e a promoção da justiça social”, afirma o diretor de Comunicação Corporativa, Marco Antônio Lage.

 

Envie um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

css.php