Estudo da Honeywell mostra que turbo reduz emissão de CO2

Estudos da Honeywell Turbo Technologies mostram que turboalimentação dos motores, que em 2005 passou a equipar a metade dos carros produzidos na Europa, contribuiu para a redução de 11% do nível de emissão de dióxido de carbono, o CO2 que provoca o efeito estufa. Em 1996, quando apenas 22% dos carros eram turboalimentados, a média de emissão de CO2 havia atingido 184 g/km (grama por quilômetro percorrido).

A redução das emissões de CO2 teve como principal motivo o aumento da aplicação do turbo e sua contribuição para a indústria ao atingir o objetivo de 130 g/km previsto para 2012. Os resultados desse estudo foram apresentados pelo engenheiro mecânico Denis Jeckel, diretor mundial de marketing e benchmark para carros de passeio da Honeywell Turbo Technologies, em palestra que realizou na capital paulista.

O executivo informou que atualmente a média de emissão de CO2 dos veículos na Europa caiu para 164 g/km e que a tendência é a redução desse índice por intermédio do gradativo aumento do uso da turboalimentação, como tem ocorrido. “Sem ela, hoje nenhum motor a diesel atingiria os limites de emissões estabelecidos pelas normas Euro IV, na Europa, e Euro III, no Brasil”, afirmou Jeckel.

 

Envie um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

css.php