Advertisement


Rodrigo Perencin

Assim como toda a economia, o setor automobilístico sofreu forte queda com a pandemia da Covid-19 no segundo trimestre de 2020. Entretanto, a recuperação começa a se desenhar. Segundo o gerente de Marketing de Varejo da General Motors, Rodrigo Pe­rencin, o pós-venda deu seus primeiros sinais de retomada no mês de junho. Em entre­vista exclusiva, o executivo fala sobre as peças Genuínas GM e ACDelco, as iniciativas da GM para o mecânico in­dependente e as expectativas para um mercado de autope­ças cada vez mais digital.

REVISTA O MECÂNICO: Como está sendo o período de pandemia para a GM em termos de comércio de peças?

RODRIGO PERENCIN: Tem sido um mo­mento muito desafiador em todos os sentidos, desde o início da pandemia, nossa maior preocupação foi a saúde das pessoas, paramos imediatamente nossas fábricas e operações no arma­zém (localizado em Sorocaba/SP) até termos claras medidas de segurança e orientação técnica implantada. Isso afetou muito nosso faturamento e dis­tribuição de peças, além da clara desa­celeração do mercado, que tem afetado a todos. Por outro lado, avançamos muito em questões digitais tanto na comunicação com o público reparador quanto nos processos internos.

- Publicidade -

O MECÂNICO: A GM trabalha neste momento com algum cenário de re­cuperação para o mercado de repo­sição de autopeças?

PERENCIN: Sim, notamos claramente com os dados de junho de 2020 uma retomada da força econômica no setor. O pior momento até então foi abril, onde tivemos uma retração de qua­se 80% na demanda de autopeças. Em junho, nossas operações retornaram, respeitando um rigoroso protocolo de segurança em todas as unidades. Já retomamos a distribuição regular, além de ampliar um canal de vendas digital que tem crescido muito nesses últimos meses. Esse mercado está cada vez mais digitalizado e de fácil acesso para todos.

O MECÂNICO: Para uso do mecânico que adquire os componentes da Ge­neral Motors, qual é diferença en­tre as Peças Genuínas GM e as peças ACDelco?

PERENCIN: “Peças Genuínas GM” é a marca usada para oferecer ao cliente Chevrolet exatamente a mesma peça usada na linha de produção quando da montagem do veículo dele. A marca ACDelco, que também é usada na li­nha de produção GM de veículos Che­vrolet em algumas linhas de produto, como baterias, por exemplo, é também a marca da General Motors focada no mercado de reposição automotiva, oferecendo produtos de qualidade su­perior para veículos de todas as idades e inclusive de outras marcas que não somente Chevrolet.

Notamos claramen­te com os dados de Junho/2020 uma reto­mada da força eco­nômica no setor (de reposição)

- Publicidade -

O MECÂNICO: A marca ACDelco tem forte identificação com o canal au­toelétrico, que remete inclusive à fundação centenária da marca. Essa é a linha mais forte da ACDelco no Brasil?

PERENCIN: Sem dúvida, toda a histó­ria da ACDelco no Brasil e no mundo passa pelo canal autoelétrico, afinal, nossas baterias ACDelco são hoje referência de qualidade e durabilidade no mercado. Usamos toda essa experiên­cia e tecnologia na ampliação da nossa linha de componentes elétricos, que hoje conta com velas de ignição, cabos de vela, reparos da bomba de combus­tível, entre outras.

O MECÂNICO: Quais outras linhas da ACDelco se destacam em aceitação do mercado multimarcas?

PERENCIN: Diversas linhas ACDel­co possuem aplicações multimarcas e contam com a qualidade GM em seu desenvolvimento e validação. Entre elas podemos citar a linha de lubrifi­cantes para motores, transmissão e di­ferencial, os fluídos e químicos, como o fluído de freios, direção hidráulica, o líquido de arrefecimento etc. Além, claro, das baterias que cobrem grande parte do parque circulante brasileiro.

O MECÂNICO: A GM oferece hoje câmbios automáticos remanufatu­rados para a linha leve. Como fun­ciona esse processo de remanufatura e quais vantagens ele traz?

PERENCIN: Esse é um projeto fantás­tico desenvolvido pelo nosso próprio time. Nesse processo, o consumidor entrega sua transmissão usada e com­pra uma transmissão remanufaturada completa, feita na nossa fábrica, com todos os componentes de desgaste novos e com garantia, utilizando na montagem apenas a “carcaça” da trans­missão usada (que é completamente inspecionada quanto a quaisquer da­nos). Esse processo, além de muito mais barato para o cliente, chegando a custar metade do valor de uma nova e, em muitos casos, ser mais barato que o reparo completo na oficina, traz tam­bém um serviço feito de forma mais rápida, reduz o risco de falhas no pro­cesso, não requer mão de obra espe­cializada em transmissão automática e despende menos tempo do veículo no box, tudo isso com menos danos à natureza.

O MECÂNICO: Qual é a importância do mecânico independente para as estratégias do pós-venda da General Motors?

PERENCIN: O mecânico independente é um aliado da nossa marca, isso por­que a frota circulante no Brasil é muito grande e dessa forma são eles que nos ajudam a garantir que os veículos Che­vrolet se mantenham rodando com segurança. Sabemos que a manuten­ção preventiva evita danos maiores, mais custosos e imprevisíveis para os clientes, assim, recomendamos sempre a esses profissionais o uso das peças ACDelco e Peças Genuínas nas suas manutenções preventivas.

Entendemos que é ele (o mecânico in­dependente) quem lidera esse processo de escolha (da peça), por isso, buscamos ajudar nessa escolha”

O MECÂNICO: Na sua visão, o mecâ­nico influi na escolha da marca da peça aplicada no veículo? Por quê?

PERENCIN: O papel do mecânico nesse processo é fundamental, ele é o espe­cialista e profissional da área frente ao cliente. Dessa forma, sim, entendemos que é ele quem lidera esse processo de escolha, por isso, buscamos ajudar nessa escolha, trazendo opções de qua­lidade e preço bastante competitivo, além da garantia de satisfação.

O MECÂNICO: Atualmente, quais são as iniciativas a General Motors para levar informação técnica ao mecânico independente?

PERENCIN: Temos parcerias importantes com escolas de ensino profissionalizante, disponibilizamos nossas tecnologias para capacitação desses profissionais, e que, posteriormente, podem trabalhar em uma de nossas concessionárias. Também disponibilizamos informações técnicas através de congressos, seminários e ma­teriais de informação nos nossos canais digitais, nos últimos meses muitas inicia­tivas foram interrompidas pela pandemia da Covid19, mas continuamos ativos nos canais digitais.

Por Fernando Lalli

- Publicidade -