Advertisement



Inovações promovem crescimento na Dayco desde 2018, Marcelo Sanches, recente­mente, além da diretoria de aftermarket para a América do Sul, assumiu toda a América Latina, sendo responsável pelo México e Caribe. O execu­tivo tem mais de 25 anos em diversas companhias do segmento automotivo, ele liderou equipes comer­ciais, de negócios globais e marketing.
Nesta entrevista exclusiva, relata o bom momento que a empresa atravessa e ressalta a importância que o mecânico independente tem para os negócios.
REVISTA O MECÂNICO: Atualmente como está dividida a participação da empresa no mercado?
MARCELO SANCHES: Nosso mix se divide em aproximadamente 30% de nosso faturamento no Brasil destinado às montadoras e 70% para o mercado de reposição independente. Fornece­mos para quase todas as montadoras instaladas no País, tanto para linha leve como para linha pesada. Em termos de volume global, a divisão é bastante equilibrada. Isso ocorre devido ao nosso DNA inovador, a Dayco desenvolve diver­sos projetos em conjunto com montadoras, pois cria tecnologias para o mercado.

…aproximadamente 30% de nosso faturamento no Brasil destinado às montadoras e 70% para o mercado de reposição independente”

O MECÂNICO: Qual é a colocação da Dayco no segmento de correias para o mercado de repo­sição?
SANCHES: A Dayco é líder de mercado no segmento de correias para aplicações na linha leve, em especial nas correias sincronizadoras cujo faturamento vem crescendo de forma expressiva nos últimos três anos. As correias tipo “poly-V” de acessó­rios também apresentam excelente crescimento em nosso mercado com expectativa de manuten­ção desta tendência para os próximos anos.
O MECÂNICO: Depois de um longo período de queda, as vendas de automóveis novos voltaram a crescer. Isso causará alguma conse­quência para o mercado de reposição? Quais?
SANCHES: Nos últimos anos, com economia praticamente estagna­da, a venda de veículos novos diminuiu bastante e isso de certa forma nos favoreceu no mercado de reposição. No entanto, a recíproca desta tendência não se mostra verdadei­ra na prática, ou seja, a retomada das vendas de novos veículos nos mostra uma retomada também na confiança das pessoas quanto a recu­peração da economia, o que nos ajuda também na reposição de autopeças. Nos últimos dois anos a Dayco cresceu bastante, dentre outras razões, pelo enorme foco no lan­çamento de produtos que vieram a melhorar ainda mais nosso portfólio. Continuaremos com a mesma estratégia que somada à recuperação da economia como um todo, só deverá nos trazer ainda mais benefícios. Daqui a pouco esse incremento de novos veículos no mercado vai reforçar a nossa frota e consequentemente o mercado independente de reposição. Eu vejo com muito otimismo o cenário para os próximos três anos no mínimo.
O MECÂNICO: O desen­volvimento dos automó­veis, a chegada de novas tecnologias, exige que as fornecedoras das fabri­cantes de veículos invis­tam em desenvolvimento de produtos. A unidade brasileira da Dayco tem laboratórios de testes e desenvolvimento?
SANCHES: A Dayco possui P&G (pesquisa e desenvolvimento) e este departamento está em constante inovação interna para acompanhar a demanda constante por novas tecnologias no mercado, portan­to possuímos sim um forte departamento de Engenharia, com recursos locais, dentre eles laboratório de testes, suficientes para atender essa crescente demanda do mercado local por novos produtos.
A forte parceria da Dayco com as montado­ras, também nos permite participar da criação das novas tecnologias “in loco”, desenvolvendo so­luções otimizadas. Uma das grandes vantagens de sermos uma empresa global é o intercâmbio de informações e inovações, com as várias equipes de engenharia espalhadas em nossas fábricas em todo o mundo.
O MECÂNICO: Qual a média de produtos locais que chegam por ano e no geral, quantos lançamen­tos a empresa promove anualmente?
SANCHES: Para a repo­sição, historicamente a média anual de lança­mentos de produtos na Dayco era em torno de 30 a 35 novas referências em suas diversas linhas de produtos. No ano passado (2018) lançamos 104 e até o fim do mês de outubro deste ano, 92 novos itens foram lança­dos no mercado brasilei­ro, com certeza iremos ultrapassar a marca do ano passado.
O MECÂNICO: No contex­to global, como a matriz nos Estados Unidos, tra­ta a unidade brasileira? Ela é importante para os negócios da companhia?
SANCHES: A unidade brasileira da Dayco não tem, obviamente, o maior faturamento do grupo em comparação com marcados maiores como Europa, Estados Unidas e China, no entanto somos hoje refe­rência dentro do grupo no que diz respeito ao serviço por nós presta­dos aos nossos clientes, modelo de gestão co­mercial e alinhamento à estratégia global de mar­keting da empresa. Além disso, entregamos aos nossos acionistas a maior rentabilidade em termos percentuais de fatura­mento dentre todas as unidades da Dayco pelo mundo. Diante desse cenário, a Dayco Brasil tornou-se desde outubro a unidade controladora não apenas da América do Sul, mas também de toda América Latina com gestão dos negócios de AM do México, Amé­rica Central e países do Caribe. Já exportávamos produtos locais para toda América do Sul, agora passamos a exportar também um modelo de gestão de sucesso, para toda América Latina.

“Eu vejo com muito otimismo o cenário para os próximos três anos no mínimo”

O MECÂNICO: As rela­ções comerciais mudam com o avanço da tecno­logia, mas o contato di­reto com o cliente ainda é valorizado. Como a empresa trabalha para encontrar um ponto de equilíbrio nesta relação?
SANCHES: Nossos clien­tes continuarão sendo sempre nosso foco prin­cipal de atenção. Entendo que o avanço tecnológico é um caminho sem volta e vem para nos auxi­liar no dia a dia, dentre outros aspectos, na comunicação e interface com o mercado e clientes em geral, porém não pode e não vai jamais substituir nosso contato presencial periódico com nossos clientes, seja através de nossa equipe comercial, seja através de nossas equipes de marke­ting, assistência técnica ou serviços ao cliente. Para isso, não acredito que haja tecnologia que seja capaz de suprir essa necessidade.
A Dayco tem equipes próprias em todo o Bra­sil. Nossos supervisores e promotores fazem esta interface diária com os clientes, estejam eles no Pará, Rio Grande do Sul, Goiânia, São Paulo e nos outros estados. Outro importante exemplo é o nosso investimento em eventos que nos aproxi­mem de todas os nossos públicos. Estamos pre­sentes em feiras regio­nais, eventos direciona­dos, palestras presenciais em todo o país e, este ano, bateremos o recorde de mecânicos treinados.
O MECÂNICO: O mecâni­co independente evolui na mesma velocidade que o mercado?
SANCHES: Percebemos que os mecânicos inde­pendentes e aplicadores buscam aprimorar as suas qualificações para acompanhar as inovações do mercado automotivo. Eles buscam diferentes formas de atualização. As marcas Dayco e Nytron sabem da sua responsa­bilidade nesse processo e, um exemplo, é o público que tem participado das nossas palestras. Recentemente tivemos em Salvador mais de 250 mecânicos em uma segunda-feira à noite. Este ano participamos do Mecânico ao Vivo, com a Revista O Mecânico, uma forma totalmente diferente de levar infor­mação e, a interação e a quantidade de pessoas assistindo foi excelente.Investimos na criação de um WhatsApp técnico, através do qual, nossos consultores especiali­zados dão dicas, tiram dúvidas e até solucionam problemas.
Outro ponto impor­tante, são os cresci­mentos exponenciais das vendas dos nossos Kits de Distribuição e os Kits de Distribuição com Bomba d’Água, eles mostram que realmente as manutenções estão mais completas e seguras com as trocas de todos os componentes que integram os conjun­tos. Sabemos que ainda temos que evoluir. As novas tecnologias estão chegando em alta velo­cidade, motores cada vez menores e mais poten­tes, veículos híbridos, elétricos e tudo o que ainda nem conhecemos. É necessário atualização constante, e em todo o país temos diferentes perfis de profissionais, assim como em qualquer outra área. A Dayco é parceira do mecânico e está preparada para auxi­liá-lo.
O MECÂNICO: Nas avalia­ções que a empresa faz, é possível detectar as difi­culdades que o mecânico enfrenta?
SANCHES: Sim! De­vido ao nosso contato constante e os diversos canais abertos para estes profissionais, conse­guimos adaptar nossas soluções. Atualmente temos quatro mecânicos em nossa equipe técnica, sendo que alguns deles continuam atuando na oficina, ou seja, muitas destas dificuldades fazem parte da nossa rotina. Além da equipe técnica, temos nossos promotores visitando diariamente as oficinas nos trazen­do constantemente às necessidades, desafios e sugestões. A Dayco não está preocupada em ape­nas vender seus produtos e sim oferecer soluções e todo o suporte.
O MECÂNICO: Quais as ações que a empresa rea­liza voltadas ao mecânico independente? É possível fazer um balanço dos resultados obtidos este ano?
SANCHES: Nosso grande diferencial é o contato direto com o mecânico em todo o Brasil, mas também temos desenvol­vidos diversos materiais informativos, impressos e digitais.
Temos criados e com­partilhado vídeos de dúvidas e/ou produtos específicos, a criação do WhatsApp técnico também trouxe um ótimo resultado e, prin­cipalmente, o ciclo de palestras técnicas. Além dos promotores técnicos, tivemos dois especia­listas viajando por todo o Brasil e apesar de es­tarmos comemorando o recorde de pessoas trei­nadas que será atingindo, nossa maior conquista é estar contribuindo com a atualização e formação dos profissionais.
O MECÂNICO: Como o mecânico independente pode utilizar as informa­ções da Dayco para cres­cer profissionalmente?
SANCHES: A Dayco é uma empresa inovadora, com produtos de alta tecnologia, em constante evolução e com muito conteúdo a comparti­lhar. Nós gostamos do contato com o mecânico, da troca de informações e queremos que estes profissionais utilizem todos os nossos canais de comunicação para aperfeiçoamento. O nosso Serviço de Atendi­mento Técnico é o 0800 772 0033, o WhatsApp Técnico 11 99385-1313, ainda disponibilizamos nossas redes sociais e mais de 30 profissionais preparados, espalhados em todo o Brasil.
O MECÂNICO: Deixe sua mensagem para o amigo mecânico, este profissio­nal tão importante para o setor automotivo.
SANCHES: Amigo me­cânico, a Dayco é uma empresa parceira e que busca oferecer soluções cada vez mais completas. Desenvolver projetos em conjunto com as princi­pais montadoras do mun­do nos possibilita criar tecnologias e comparti­lhar este conhecimento. Investimos em produtos de altíssima qualidade para que você ofereça um serviço de confiança ao seu cliente. Utilize a nossa equipe, nossos materiais e canais de co­municação e eventos para atualização e suporte. Conte com a Dayco! Es­tamos aqui para ajudá-lo a enfrentar os desafios, prover atualizações e jun­tos fortalecermos o nosso mercado.