Investimento em qualidade auxilia no aumento da competitividade e lucratividade

Texto: Gustavo Sá
Foto: Arquivo

O investimento em melhorias de gestão para obter certificação é muitas vezes visto como um processo custoso e desnecessário por empresários e donos de oficinas mecânicas. Porém, o cuidado com a qualidade é algo que pode ajudar a ampliar os negócios da firma e trazer mais lucratividade..

 

A certificação é um processo no qual uma entidade independente credita outra empresa (oficinas, neste caso) para a execução e prestação de serviços com qualidade. No Brasil, o Instituto da Qualidade Automotiva (IQA) é um órgão certificador acreditado pelo Inmetro para a certificação de serviços automotivos.

 

Fundada há 23 anos, a instituição certifica oficinas, retíficas de motores, varejistas, distribuidores, concessionárias e fabricantes de autopeças. “Em uma certificação, mais de 130 itens são analisados, como gestão, processos, meio ambiente, layout, organização e limpeza”, conta o analista técnico e auditor do IQA, Marcus Ferreira.

 

“Quando você escolhe um brinquedo para seu filho, procura automaticamente pelo selo do Inmetro. Ao escolher uma oficina para fazer a manutenção do carro, os consumidores também devem buscar o selo de qualidade do IQA”, explica. A relação com as empresas certificadas é divulgada no site do instituto (www.iqa.org.br).

 

Com a certificação, as oficinas podem concorrer a licitações públicas. Dessa forma, o negócio pode ter empresas e órgãos públicos como clientes, ampliando a lucratividade.

 

Assim, tendo em vista essa nova realidade, será que o controle das manutenções preventivas por quilômetro rodado não deveria ser substituído pelo de horas trabalhadas, como ocorre com as máquinas pesadas? Com certeza é algo bastante tentador, já que se contabiliza apenas aquilo que foi efetivamente utilizado.

 

PRÉ-AUDITORIA

 

Em parceria com o Sindicato da Indústria de Reparação de Veículos e Acessórios (Sindirepa Nacional), o IQA possui o Programa de Incentivo à Qualidade (PIQ). O programa oferece uma pré-auditoria, com orientações que indicam o que é necessário para obter a certificação. “Apontamos os pontos onde é possível fazer melhorias nos processos e solucionar as não-conformidades”, afirma Ferreira.

 

A pré-auditoria funciona como a etapa inicial do processo de qualificação/certificação, em que o avaliador do IQA visita a empresa para fazer um levanta mento dos pontos falhos com base nos
requisitos. Este levantamento prévio propicia o planejamento de prazos e investimentos necessários para obter a certificação.

 

 

 

PONTOS IMPORTANTES

 

A pedido da Revista O Mecânico, o analista técnico do IQA listou quatro pontos que merecem atenção dos proprietários de oficina que desejam obter a certificação:

 

1) Organização e gestão

 

A gestão financeira engloba aspectos como controles de entrada e saída, custos dos processos e planos de ação, entre outros. “É importante ter os processos e suas etapas descritos em um documento. Se um funcionário faltar, por exemplo, é mais fácil alocar outro para realizar a mesma tarefa”, conta.

 

 

2) Planejamento

 

É importante fazer o planejamento para curto, médio e longo prazo. “Isso é feito por meio de indicadores. Se a empresa faz o monitoramento de quais períodos ou serviços há maior lucratividade, ela sabe como planejar as ações futuras para manter a operação sustentável”, explica.

 

3) Capacitação e motivação

 

É importante ter os processos bem definidos e detalhados para não haver retornos e retrabalhos. Além disso, é essencial investir em capacitação e treinamento constante da equipe. “Quando falamos de prestação de serviços, as pessoas são essenciais e devem ser valorizadas. Para isso, é importante mantê-las sempre motivadas. Afinal, são os funcionários que recebem o cliente, que trocam o disco de freio e que negociam com fornecedores, por exemplo”, detalha o auditor do IQA. Um exemplo simples para estimular a motivação é a oferta de bonificação e incentivos para metas plausíveis (e não impossíveis de serem alcançadas). “A bonificação não precisa ser exclusivamente em dinheiro. Um par de ingressos para uma partida de futebol do time do coração do funcionário com certeza deixaria ele mais motivado no trabalho”, conta Ferreira.

 

4) Meio ambiente

 

É importante ter políticas específicas para atender às necessidades básicas de respeito ao meio ambiente, como a caixa separadora de água e óleo. “Quando o mecânico lava uma peça, a água com contaminante (óleo) não pode ir direto para o esgoto. É preciso um tratamento prévio”, explica.