Substituição do escapamento no Chevrolet Celta

O-Mecanico-ed-268-undercar

 

Aprenda em detalhes como substituir a tubulação do sistema de exaustão de um Celta VHCE 2010/2011

Texto: Flávio Faria
Fotos: Alexandre Villela

 

O esforço das montadoras para criar novas tecnologias e soluções para os automóveis poluírem menos de nada adianta se o proprietário não se preocupar em manter o motor regulado e o sistema de escape em perfeita ordem. Por estar posicionada embaixo do carro, a tubulação também é uma das primeiras a sentir pancadas de lombadas e valetas, ocasionando amassados e quebras. Por ser um componente que, mesmo sem estar 100% funcional, não deixará o carro sem andar, o amigo mecânico precisa orientar o cliente sobre a necessidade de fazer a análise do sistema e, caso seja encontrado algum problema, troque as peças correspondentes, ressaltando que, além de poluir menos, o escapamento funcionando perfeitamente também ajuda a economizar combustível.

 

Apesar de ser um dos componentes de desgaste mais duráveis do automóvel (por lei, os catalisadores originais de fábrica devem durar 80 mil km), muitas vezes é preciso antecipar a manutenção justamente por pequenos acidentes de percurso, como valetas e lombadas altas, que amassam e podem até furar ou soltar peças internas. Por isso, analisar o estado da tubulação com o carro sobre o elevador é sempre importante.

 

ed-268-undecar

 

ed-268-undecar

 

Veículos mais modernos contam com a sonda lambda pós-catalisador. Caso haja um problema no catalisador ou nas imediações do componente, o sistema de auto diagnóstico emitira código de falha, que, no mínimo, deixa uma lâmpada acesa no painel. “Em alguns casos, o modo de funcionamento de emergência prejudica o desempenho e a dirigibilidade, assim como, o consumo e a emissão de poluentes”, afirma o professor de engenharia da FMU, Fernando Landulfo.

 

Constatada a necessidade de troca, o procedimento é simples, mas a atenção a alguns detalhes é importante para uma montagem funcional. Para demonstrar a troca da tubulação completa de escape de um Chevrolet Celta VHCE 2010/2011, contamos com o apoio do técnico de desenvolvimento de produtos Renaldo Suffez, da Tuper, fabricante de peças para o sistema de exaustão.

 

Importante: por se tratar de uma manutenção
do sistema de exaustão, que trabalha em altas temperaturas, utilize sempre equipamentos de proteção, como luvas e óculos. Dependendo do veículo, será necessária a retirada do protetor de cárter para realizar o procedimento.

 

Retirada da tubulação antiga

 

1. Passe um desengripante para retirada das travas das borrachas dos coxins. A ideia é amolecer a sujeira ou ferrugem para retirar com mais facilidade.

 

ed-268-motor

 

2. Utilize um alicate para retirar as duas travas dos coxins do último segmento do escapamento.

 

ed-268-motor

 

3. Utilize uma chave de fenda como alavanca para retirar as borrachas de sustentação do silencioso.

 

ed-268-motor

 

4. É preciso serrar o último segmento do escapamento, pois a peça não passa inteira entre o assoalho e o eixo do veículo. Porém, alguns modelos, como o Chevrolet Celta desta matéria, não vêm com indicação do local de corte na tubulação. Por isso, antes de serrar, utilize a peça nova como referência para medição do ponto certo.

 

ed-268-motor

 

Importante: não utilize um maçarico para cortar a tubulação, devido à proximidade com o tanque de combustível e até resíduos de combustível que sobram na tubulação, que podem causar uma explosão.

 

5. Retire o conector do chicote da sonda lâmbda e, com uma chave de boca 22 mm, retire a sonda do escape (5a). Aproveite para analisar as condições e se é possível reinstalar o componente. Caso seja necessário, informe ao cliente da necessidade de troca. Nesta matéria, a sonda está em perfeitas condições e foi reutilizada no novo sistema (5b).

 

ed-268-undercar

 

ed-268-undercar

 

6. Da mesma forma que no silenciador, utilize uma chave de fenda para retirar as borrachas de sustentação do segmento intermediário da tubulação (centro).

 

ed-268-undercar

 

7. Com o segmento central solto, passe para a flange do motor, retirando os três parafusos com uma chave catracada de meia polegada. Ao retirar a peça, verifique o estado da junta da flange e efetue a troca da peça para evitar vazamentos. Confira o estado das porcas parafusos e prisioneiros do sistema e troque o que estiver danificado.

 

ed-268-undercar

 

Atenção: a instalação da nova peça seguirá da frente para a traseira do automóvel. Porém, o aperto dos parafusos será feito apenas depois de tudo posicionado, seguindo de volta para a dianteira.

 

Instalação da nova peça

 

8. Antes da instalação, prenda a sonda lâmbda no alojamento dela no segmento final do conjunto. Dê o torque final de 40 a 60 Nm. Aplicar torque excessivo vai desgastar a rosca. Não utilize nenhuma espécie de lubrificante para ajudar a instalar a peça.

 

ed-268-undercar

 

9. Após montar a flange (sem dar o aperto final nos parafusos) (9a), passe uma camada de vedante nas duas partes do encaixe do segmento intermediário (9b). Antes de encaixar as peças, coloque a
abraçadeira na tubulação (9c). Após o encaixe, é só posicionar a abraçadeira, ainda sem apertar (9d).

 

ed-268-motor

 

ed-268-undercar

 

ed-268-undercar

 

10. Recoloque as borrachas de sustentação. Escolha sempre pela troca das borrachas para evitar retrabalho.

 

ed-268-undercar

 

11. Da mesma forma que foi feito no intermediário, aplique vedante no encaixe do silencioso para garantir que todo o comprimento da tubulação não tenha nenhum vazamento (11a). Antes de encaixar, coloque a abraçadeira na tubulação, e, depois de encaixada, posicione a abraçadeira sobre o pique sem apertar (11b).

 

ed-268-undercar

 

12. Prenda as borrachas do silencioso nos coxins e, posteriormente, utilize um alicate para travar.

 

ed-268-undercar

 

13. Seguindo a partir da traseira em direção à frente do automóvel, aperte as abraçadeiras do silencioso (13a), do segmento central (13b) e da flange (com chave catracada de meia polegada) (13c). Volte a religar o chicote da sonda.

 

ed-268-undercar

 

ed-268-undercar

 

ed-268-undercar

 

14. Para finalizar, reinstale o protetor de cárter.
 

ed-268-undercar

 

Ponteira em inox

 

15. No modelo da matéria, optou-se por retirar a ponteira original da peça e instalar uma ponteira em inox da Tuper, por uma questão estética. O procedimento de troca é simples e dá um visual mais bem-acabado. Para instalar a nova ponteira, faça a medição do local correto e serre a peça original. A sustentação da ponteira Inox é feita com um parafuso.

 

ed-268-undercar