Bosch recomenda manutenção periódica nos freios

A Bosch recomenda verificar o sistema de freios a cada 5 mil quilômetros rodados e substituir o fluído a cada 10 mil km ou 12 meses, e também verificar o prazo de validade desse produto conforme especificação do fabricante no manual do proprietário.

Os principais sintomas de problemas no freio são a demora a frear, devido o aumento do cursor do pedal, que por sua vez decorre do desgaste das lonas, da introdução de ar no circuito hidráulico ou através de vazamento do fluído de freio. Essa queda do nível de fluído também pode ser ocasionada pelo desgaste excessivo das pastilhas, dos discos de freio ou também por próprio vazamento.

Desvios na frenagem também podem estar associados à avarias na válvula reguladora de pressão, como também pela obstrução dos tubos flexíveis, travamento ou vazamento dos cilindros de roda e travamento dos êmbolos das pinças, dentro outros itens.

Se o pedal do freio estiver duro, pode ser sinal de avarias no servo freio, que tem a função de reduzir a força aplicada no pedal. Outro problema pode estar associado a má qualidade do material de atrito ou alguma alteração em sua estrutura, como por exemplo, o vidramento, um efeito que cria uma camada dura na superfície de contato da pastilha com o disco de freio.

Há também a possibilidades de trinca no material de atrito, causada principalmente pelo superaquecimento desse componente. Já o ruído esta associado ao contato da pastilha com o disco, mas por outro lado pode ser sinal de má qualidade do produto, ou seu desgaste total, deixando a estrutura metálica da pastilha em contato direto com o disco ou tambor de freio.

A Bosch orienta que no caso de o veículo apresentar alguns desses sinais, é necessário procurar uma oficina especializada para checar o sistema de freios e repará-lo.

Envie um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

css.php