Superbanner - Texaco (30/08 a 24/01/24)

ZF apresenta controle eletrônico de embreagem para câmbios manuais

A ZF está exibindo no 66º Salão de Frankfurt a tecnologia clutch-by-wire (CBW) para veículos de passeio equipados com transmissão manual. Trata-se de um sistema de acionamento eletrônico da embreagem controlado por um motor elétrico integrado, independentemente do pé esquerdo do motorista e sem conexão mecânica com o pedal. De acordo com a ZF, a tencnologia amplia as possibilidades para as transmissões manuais graças a funções que anteriormente eram reservadas apenas aos sistemas automáticos ou automatizados. Não há necessidade de adaptação nas caixas de velocidades, afirma a fabricante.

20727

O atuador CBW possui um motor de corrente contínua sem escovas que aciona a embreagem no lugar de um cabo de controle ou sistema hidráulico. A unidade de controle eletrônico integrada da ZF (CCU) comanda o sistema em função dos parâmetros do pedal e dos respectivos requisitos de sua funcionalidade.

“A redução do consumo e, consequentemente, das emissões de CO2 chega a 10%”, explica Jörg Buhl, responsável pela engenharia de sistemas de acionamento da ZF Friedrichshafen AG. “Esse valor resulta exclusivamente do desacoplamento automático e desligamento do motor em situações apropriadas de condução, uma função conhecida como coasting, que as montadoras podem implementar pela primeira vez também em transmissões manuais graças ao nosso sistema clutch-by-wire”, acrescenta.

Segundo a empresa, a participação de mercado das transmissões manuais continuará caindo ligeiramente em comparação aos sistemas com troca totalmente automática de marcha. Mas os números absolutos e as previsões atuais evidenciam que a curva de vendas dos câmbios manuais seguirá apontando para cima durante muito tempo – principalmente no segmento da classe média de veículos e menores, em especial nos mercados emergentes. Por essa razão e devido às normas cada vez mais rigorosas de emissões e consumo vigentes no mundo inteiro, é essencial ampliar o potencial de eficiência dos drivelines convencionais.

Entre as vantagens do sistema em relação ao acionamento mecânico da embreagem, está a proteção contra o apagamento do motor, que é ativada se o pedal da embreagem for solto muito precocemente ou ao efetuar uma frenagem brusca de emergência, abrindo a embreagem total ou parcialmente antes que as rotações do motor caiam para baixo de um nível crítico. O sistema ainda inclui a função de marcha superlenta, na qual a patinação controlada facilita as manobras e a condução em congestionamentos, explica a fabricante.

A velocidade e o curso de acionamento detectada por um sensor é traduzida pelos sistemas eletrônico e mecânico na ação que o motorista deseja da embreagem. Uma vez definida, a resposta do pedal permanece constante durante toda a vida útil do veículo, nem mesmo mudando com o desgaste da embreagem, já que o novo atuador CBW faz a compensação automática, garante a ZF.

Envie um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

css.php