Yamaha inaugura laboratório e desenvolve injeção eletrônica para motocicleta

A Yamaha Motor da Amazônia inaugurou um laboratório de análise de emissão de gases poluentes em seu complexo industrial de Manaus (AM). No local está sendo desenvolvida a injeção eletrônica que vai equipar a motocicleta XT 660 R, com motor dois tempos.
O modelo é totalmente nacional e atende a FASE 2 do PROMOT (Programa de Controle de Poluição de Ar por Motocicletas e Veículos Similares), que entra em vigor em 2006. A partir dessa data, todas as motocicletas fabricadas deverão emitir 0,3 grama de óxido de nitrogênio por quilometro rodado; 5,5 g/km de monóxido de carbono; e 1,0 g/Km de hidrocarbonetos.
A Yamaha XT 660 R está sendo chamada de motocicleta “verde”, por ser considerada ecologicamente correta. Além da injeção eletrônica, a moto conta com catalisadores e sistema de indução de ar. Esse modelo já é comercializado na Europa e Japão desde fevereiro desse ano.

Envie um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

css.php