Superbanner - Texaco (30/08 a 24/01/24)

Volkswagen Passat CC: mecânica sofisticada e robusta

Motor V6 de 300 cavalos, injeção direta de combustível e um câmbio automatizado com embreagem dupla fazem do modelo um verdadeiro conjunto mecânico moderno e robusto da mais pura origem alemã

Carolina Vilanova

Carro alemão é carro alemão, principalmente, em se tratando da parte mecânica. As montadoras realmente vão a fundo no gosto dos clientes: desempenho, porque eles podem acelerar; conforto, porque eles são exigentes; tecnologia porque eles são avançados; e segurança, porque eles podem acelerar.

11726

Mas quem disse que o brasileiro não pode aproveitar essas verdadeiras supermáquinas sobre quatro rodas? As fábricas alemãs sempre trazem uma degustação para o nosso mercado, e o Volkswagen Passat CC é uma prova de que de nós, meros mortais tupiniquins, podemos sim dirigir um belo carrão alemão com tudo que temos direito, só não pode acelerar…

Não pode e a gente passa vontade, também com um motor estado de arte desses, um V6 de 300 cavalos, o desejo fica bastante aguçado. O desempenho desse engenho se mistura com uma boa dose de tecnologia, aí o seu lado alemão fica ainda mais evidente. Aliás, toda a parte mecânica tem seus diferenciais, haja vista que apesar de ser desenvolvido baseado no Passat sedã, 50% das peças são diferentes.

Se o desenho do Passat CC – a sigla CC significa Comfort Coupe – tem seu charme todo especial, com muito estilo e esportividade, também diferente do design tradicional do resto da gama, o DNA da marca é mantido, principalmente olhando o carro na dianteira. É no desempenho, porém, que o modelo tem seu ponto forte. Aliás, em todo do conjunto de powertrain – motor e câmbio -, com destaque também para a injeção direta de combustível.

Nada menos que um engenho V6 de 3,6 litros FSI a gasolina e a potência máxima de 300 cv alcançada aos 6.600 giros. Tem agilidade, apesar de ser pesado, e resposta rápida do acelerador, desenvolvendo muito bem nas estradas, como um verdadeiro esportivo, porém limitado eletronicamente aos 250 km/h. O torque máximo do motor é de 35,6 Kgfm disponível a 2.400 rpm.

11725

Mais um cuidado dos alemães foi incorporar a injeção direta de combustível, um sistema moderno que exige altas pressões na linha de combustível para que a combustão seja otimizada, o que se torna possível com a adoção de uma bomba de alta pressão, capaz de comprimir o combustível em até 120 bar.

11724

Os injetores, por sua vez, são posicionados no cabeçote, diretamente sobre os pistões, pulverizando o combustível em quantidades variadas, conforme a necessidade do motor. O resultado é mais performance, menos consumo de combustível e redução de emissão de poluentes.

11728

A transmissão automatizada de dupla embreagem DSG Tiptronic de 6 velocidades proporciona mudanças rápidas da marchas quase que imperceptível, o que torna o carro muito confortável, além de casar muito bem com o motor. A tração integral é uma nova versão do sistema 4Motion, o que torna o carro bastante estável.

O conjunto de suspensão conta com o sistema McPherson na dianteira e multilink na traseira, montada em um subchassi. O motorista pode rodar em três diferentes modos de operação: Normal, Comfort e Sport. São confortáveis, capazes de absorver os ruídos e as vibrações da carroceria. A direção do tipo elétrica é bastante eficiente e leve na hora das manobras.

11727

Tudo isso somados às dezenas de recursos eletrônicos de conforto e segurança fazem do Passat CC um carrão de presença e estilo. Abs, Air Bag, piloto automático, sensor de pressão nos pneus, sistema de estacionamento com sensores e câmera, etc. Controle de estabilidade (ESP), bancos elétricos e aquecidos e faróis de xenônio são outros destaques que justificam o preço de R$ 208.024,00.

Ficha técnica

Motor
Combustível     Gasolina (E22)
Cilindrada      3.597 cm³
Diâmetro dos cilindros x curso dos pistões  89 x 96,3 mm
Cilindros / Válvulas por cilindro   6 em V 60º / 4
Posição      Transversal a frente do eixo
Potência máxima    300 cv a 6.600 rpm
Torque máximo     35,6 Kgfm a 2.400 rpm
Taxa de compressão     11,4:1

Relações de marchas
1ª – 2,923:1;
2ª – 1,792:1;
3ª – 1,185:1
4ª – 0,829:1;
5ª – 0,862:1;
6ª – 0,686:1;
ré – 3,264:1

Relação de diferencial
1º Dianteiro – 4,769:1;
1º traseiro – 3,769:1
2º dianteiro – 3,444:1;
2º traseiro – 3,444:1

Suspensão

Dianteira: independente, tipo McPherson com mola integrada
Traseira: interdependente, com braços transversais longitudinais, molas

Direção

Elétrica do tipo pinhão e cremalheira

Diâmetro mínimo de giro  11,4 m

Freios

Duplo circuito hidráulico em diagonal, servofreio a vácuo. ABS de série.

Dianteiros: disco ventilado, diâmetro de 345 mm.

Traseiros: disco ventilado, diâmetro de 310 mm.

Rodas e pneus

Roda de liga leve (8Jx18) com Pneus 235/40 R18

Estepe: Roda de liga leve (8Jx18) com Pneus 235/40 R18

Manutenção
Revisões   10.000 km ou 6 meses
Troca de óleo do motor 10.000 km ou 6 meses
Troca de óleo da transmissão Não é necessário
No caso de uso severo, as trocas devem ser feitas cada 5.000 km ou 6 meses prevalecendo o que ocorrer primeiro.

css.php