Truck Service é destaque da Festa do Carreteiro

641

Durante a Festa do Carreteiro, realizada entre os dias 13 e 15 de julho, na Basílica de Aparecida (SP), um dos destaques que atrai a atenção dos motoristas é o Truck Service, um programa de diagnósticos efetuado nos componentes dos caminhões, por empresas especializadas em cada um dos segmentos abordados.

A Bandag, por exemplo, reuniu vários parceiros do setor de autopeças e serviços para realizar os diagnósticos. O local funciona como um ponto do BTS (Bandag Truck Service), onde os motoristas podem encostar seus caminhões e fazer um check up dos pneus, dos sistemas de suspensão e freios, dos itens que necessitam de lubrificação e em acessórios como bateria, sistema de iluminação e escapamento.

O veículo passa pela inspeção de técnicos treinados pela Bandag e pelas empresas envolvidas. O diagnóstico pode ser efetuado em três caminhões simultaneamente, com a duração de cerca de 30 minutos cada. Depois da avaliação, é feito um laudo e o motorista é instruído para realizar os reparos.

Ivan Lázaro da Silva, da transportadora Área Vale, situada em São José dos Campos (SP), aproveitou a oportunidade do Truck Service para checar seu caminhão. “Na estrada senti que estava trepidando e essa é uma chance de verificar se há algo de errado com o veículo”, conta.

Na Michelin, o Truck Service funciona de maneira diferente. A equipe de técnicos percorre o pátio, fazendo uma inspeção visual nos pneus dos caminhões, além disso, medem a calibração e a profundidade remanescente da borracha.

Em seguida, eles preenchem um relatório e penduram no retrovisor externo do veículo, convidando o motorista para realizar uma checagem mais apurada. Já no ponto de serviço da marca, os profissionais verificam a necessidade de troca de pneus, rodízio, aferição do rodoar, correção de geometria e de paralelismo entre os eixos. Mais uma vez, o carreteiro tem o diagnóstico do que precisa ser efetuado. Mais de 30 veículos realizam o teste por dia.

O sistema de freios também ganhou espaço no Truck Service, afinal, o comprometimento de seus componentes coloca em risco a segurança dos motoristas e ocupantes do caminhão. A Haldex faz o check up nos reboques do veículo com o auxílio de uma maleta de testes. Entre os itens inspecionados estão pressão de ar, estanqueidade, freio de estacionamento, freio de serviço, suspensor, válvula do suspensor e engate da carreta.

Paralelo a esses testes, ainda no sistema de freios, a Wabco faz a checagem do cavalo mecânico. Em parceria com a Minas Compressores e Turbo Freios, também usa equipamentos específicos para analisar a pressão, estanqueidade do sistema, eficiência do funcionamento das válvulas, tubulações, catraca, cilindros, reservatórios, entre outros itens.

Envie um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

css.php