A Toyota anuncia medidas para desenvolvimento de mobilidade sustentável. A empresa concederá licenças isentas de royalties sobre quase 24 mil patentes (incluindo algumas aplicações pendentes) de tecnologias relacionadas à eletrificação de veículos que acumulou em vinte anos. O período de concessão já está vigente e durará até o fim de 2030. A marca japonesa também fornecerá suporte técnico, mediante taxas, para outros fabricantes desenvolvendo e vendendo veículos eletrificados quando estes usarem motores, baterias, PCUs, ECUs de controle e outras tecnologias de sistemas de eletrificação de veículos da Toyota como parte de seus sistemas de transmissão.

A multinacional está incluindo cerca de 2.590 patentes referentes a motores elétricos, 2.020 patentes referentes a PCUs, 7.550 patentes referentes a controles do sistema, 1.320 patentes de transeixo de motores, 2.200 patentes de carregador e 2.380 patentes de célula de combustível (elevando a 8.060 o número total de patentes relacionadas a essa tecnologia.)

As patentes livres de royalties são tecnologias encontradas em veículos eletrificados, especialmente aquelas usadas em veículos híbridos elétricos (HEV). Mais especificamente, as patentes incluídas são de peças e sistemas, como motores elétricos, unidades de controle de potência (PCUs) e controles de sistema. São tecnologias essenciais que podem ser aplicadas ao desenvolvimento de de veículos eletrificados, incluindo HEVs, veículos híbridos elétricos plug-in (PHEV) e veículos elétricos movidos a células de combustível (FCEV).