Superbanner - Texaco (30/08 a 24/01/24)

Scania e a Cervejaria Ambev firmam parceria



A Scania e a Cervejaria Ambev firmam parceria para uso de dois caminhões movidos 100% a gás natural liquefeito (GNL). Segundo as empresas, a redução de emissões de CO² pode chegar a até 15% em comparação a modelos a diesel. As rotas serão pelo interior de São Paulo, em um período combinado de dois anos. A ação terá apoio da Transportadora Translecchi e das concessionárias Scania Quinta Roda e Codema.

A ação terá dois caminhões R 410 6×2, da recém-lançada Nova Geração da marca, com implemento sider para transporte de bebidas. Um deles começou a rodar no início de outubro em uma pré-demonstração com carga genérica, mas simulando a operação real da Cervejaria Ambev. Dessa forma, ele já levantou dados via conectividade dos trajetos e antecipou possíveis ajustes no sistema de gás e operacionais comuns neste tipo de pré-demonstração. O segundo caminhão começou sua demonstração logo após a Fenatran 2019, onde ficou exposto. A previsão da Scania é que os dois estejam inseridos na operação real da Cervejaria Ambev até o fim de outubro.

Na demonstração, os caminhões partirão em rotas de, no máximo, 800 km, com possibilidade de vir para a capital paulista também. Foi transportado uma diversidade de produtos da cervejaria para abastecer os Centros de Distribuição da Ambev ou outros pontos de atendimento. Na rodagem oficial, que será no Verão, os dois Scania R 410 irão rodar em regime de 24 horas por dia, nos sete dias da semana, por conta da demanda maior. A previsão é de uma rodagem entre 15 a 20 mil km por mês, em média no total.

A empresa explica que esses caminhões pesados, movidos a gás natural liquefeito (GNL), têm 410 cv e são vocacionados para médias e longas distâncias. As configurações de tração 6×2 são as ideais para atuar no transporte de bebidas via sider. Seus motores são Ciclo Otto (o mesmo conceito dos automóveis) e 100% a gás (natural ou liquefeito – um está na forma gasosa e outro, na líquida) e biometano, ou mistura de ambos. Há dois tanques que garantem uma autonomia entre 1.100 a 1.200 km.

Os tanques são equipados com válvulas, que possuem sensores funcionando em alerta a todo momento. Dessa forma, caso percebam uma variação de temperatura, queda de pressão ou um estouro de pneu, as válvulas recebem a informação e atuam para evitar qualquer tipo de acidente.

Envie um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

css.php