Profissionais da rede VWCO fazem depoimentos no Dia da Mulher

O aperfeiçoamento e a competência profissional também são valorizados nas mulheres. A gerente de Vendas, Yedda Gomes de Assumpção, por exemplo, que iniciou sua carreia em 1988 na área administrativa da Buriti Caminhões, em Porto Velho/RO, ganhou espaço no mercado por sua competência. “Surgiu a oportunidade de iniciar na área de vendas da companhia em 1994 e resolvi abraçar a carreira. É um setor fascinante, pois é muito dinâmico, com todos os dias diferentes. Acredito que as mulheres se sobressaem neste segmento por serem mais atenciosas e tratarem os trâmites comerciais com um pouco mais de contato pessoal com o cliente. É isso que o consumidor busca atualmente”, afirma Yedda.

De acordo com a ACAV, na Rede Volkswagen as mulheres representam 9% dos profissionais de vendas. “Carisma e tato são os pontos fortes das mulheres neste setor tão competitivo. O cliente se sente satisfeito com a atenção dedicada por nós”, comenta Magali Clemente da Cunha, gerente de Vendas da Gaplan, localizada em Varginha/MG.

Entretanto, há casos de preconceito, com desconfiança da profissional no primeiro momento. Cleide Locks, gerente de Vendas da Comat, localizada em Tubarão/SC, aponta que em um mercado quase totalmente masculino, já passou por algumas situações desagradáveis. “Durante a minha carreira encontrei dificuldades por ser uma mulher atuando na área de veículos comerciais. Porém, o mais importante é a confiança que o profissional de vendas pode conquistar junto ao cliente, além de sua credibilidade, fundamentada na honestidade, além de cumprir sempre o que foi prometido”, disse Cleide.

As mulheres vêm entrando no mercado de veículos comerciais há pouco tempo, mas já surtem resultados positivos para a Rede Volkswagen Caminhões e Ônibus. “A mulher está cada dia mais presente no nosso mercado de trabalho e no comando, se preocupa e respeita muito mais os problemas dos funcionários e de clientes, pois para ela o bem-estar é uma  prioridade. Os resultados apontam que a participação feminina é bastante produtiva para todos nós”, conclui Júlio Brondani, presidente da ACAV (Associação Brasileira dos Distribuidores Volkswagen Caminhões e Ônibus).

Envie um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

css.php