Advertisement


amortecedor Monroe

Sistemas de suspensão inteligente ainda equipam apenas os carros premium, mas oferecem mais conforto e estabilidade; conheça os tipos

Em uma transmissão ao vivo realizada hoje (19) pela Monroe, a empresa apresentou as tecnologias de amortecedor que oferece no mercado, principalmente no europeu. Embora o sistema de suspensão passiva seja o mais comum, a empresa conta com uma ampla variedade de opções de suspensão ativa, para os mais variados segmentos.

Na suspensão ativa, a movimentação vertical das rodas é determinada por sensores que coletam dados da via e do veículo e indicam os movimentos a serem feitos pela suspensão. Dessa forma, os movimentos não dependem unicamente das condições da via, sendo ajustados automaticamente para reduzir o balanço da carroceria e aumentar o conforto.

- Publicidade -

“A suspensão controlada eletronicamente oferece maior alcance de performance, com amortecimento mais suave, e melhor desempenho de rodagem, com amortecimento mais firme”, afirma Narciso Ichano, Gerente de Engenharia da DRiV. Confira a seguir as principais características das tecnologias oferecidas pela Monroe em todo o mundo.

Dual Mode

O Dual Mode traz forças de amortecimento pré-definidas, com duas ou mais curvas de amortecimento fixas que podem ser ajustadas independentemente. Essa tecnologia atende veículos dos segmentos B e C, além de alguns SUVs.

Ele usa uma válvula inteligente dentro do amortecedor que abre e fecha para fornecer um amortecimento mais firme. Uma vantagem é a maior sensação de segurança em ambientes esportivos ou estradas.

CVSAe/i

O sistema CVSAe/i (Continuously Variable Semi-Active Suspension) é uma suspensão semiativa. O CVSAe possui uma válvula externa que ajusta continuamente o amortecimento em tempo real ao identificar as condições da estrada e de condução. Uma particularidade é a válvula de controle única para extensão e compressão.

Esse sistema exige, além dos amortecedores, sensores e uma unidade de controle (ECU) com software específico para extrair o máximo proveito dessa tecnologia. Ela está disponível para amortecedores dianteiros e traseiros, permitindo uma maior variação entre os níveis de conforto mínimo e máximo. Já no CVSAi há uma válvula hidráulica ativa em um pistão interno.

- Publicidade -

Há mais de 10 anos no mercado, essa tecnologia está presente, por exemplo, em BMW Série 1, Série 3 e X3, VW Golf, T-Roc e Passat, além de vários outros modelos Mercedes-Benz, Skoda, Seat, Renault, Nissan, Mitsubishi e Audi. Contudo, a empresa não soube informar quais versões nacionais empregam o sistema aqui no Brasil.

CVSA2 e CVSA2/Kinetic

O CVSA2 também é um sistema semiativo que controla as compressões e extensões de forma independente por meio de duas válvulas hidráulicas no amortecedor. As vantagens incluem maior flexibilização entre os níveis mínimo e máximo de amortecimento, além de maior controle e estabilidade.

A tecnologia foi desenvolvida inicialmente para carros esportivos de alta performance, mas foi adaptado para o uso em outros segmentos, como os SUVs.

Já o CVSA2/Kinetic se diferencia por ter menor consumo de energia. Ele dispensa as barras estabilizadoras, reduzindo o peso do veículo ao mesmo tempo em que entrega desempenho superior, com melhor nível de conforto e estabilidade. Seu ajuste direcionado para dirigibilidade e tração é ideal para aplicações em SUVs e modelos fora de estrada ou carros esportivos.

A configuração típica é composta por suspensão dianteira e traseira, sensor de deslocamento, acelerômetro, ECU, chicote elétrico e molas pneumáticas traseiras. A tecnologia está presente, por exemplo, no Mercedes-Benz Classe G, no McLaren 720S, no Infiniti QX80 e no Land Rover Range Rover.

Acocar

A última tecnologia disponível é a Acocar, um sistema totalmente ativo que permite controle do movimento da carroceria e das rodas. Sua configuração inclui bomba hidráulica, ECU e atuador de roda. Aliás, com o atuador de alumínio, possui baixo peso, contribuindo para a diminuição do consumo de combustível.

Segundo a Monroe, o Acocar está sendo preparado para produção, mas já está em demonstração no Land Rover Range Rover. Para o futuro, a empresa anuncia novos tipos de sensores, incluindo câmeras para detecção de obstáculos e do tráfego.

Tecnologias passivas

A Monroe oferece ainda cinco tipos de tecnologias para o sistema de suspensão passiva, mais comum nos veículos em geral. Há opções convencionais, modulares e struts, monotubo ou bitubo. As opções disponíveis são:

MTV &MTV CL – MultiTune Valve: uma válvula para amortecedores de mono e bitubo, com aplicação para diversos modelos de automóvel, alto desempenho de ruído e resposta direta para o bom manuseio do veículo.

RV+ Rebound Valve: uma válvula de baixo custo para amortecedores bitubo, com forças de amortecimento de baixa compressão para maior conforto.

BOCS+ BlowOff CoilSpring: uma válvula degressiva para melhor direção e resposta de massa suspensa. Permite realizar ajuste de vazão para uma abertura suave, melhorando o desempenho do NVH.

MTBO – MonoTubeBlow Off: a válvula possui ajuste independente de extensão e compressão em todas as velocidades. Além disso, o ajuste aberto das arruelas bleeds oferecem maior conforto.

RC1/2 – Add-onvalvefor – RideComfort: o desempenho de amortecimento é sensível à frequência. Também promove mais conforto e controle da carroceria, e o ruído de rolagem é reduzido.

- Publicidade -