Mercedes-Benz expõe caminhões na Agrishow

2181A Mercedes-Benz mostrará seus caminhões canavieiros e graneleiros para o setor de Agronegócios na Agrishow, entre 30 de abril e 5 de maio, em Ribeirão Preto, São Paulo. Num estande de 600 metros quadrados, a marca irá expor uma versão plataforma do extrapesado Axor 3344 canavieiro e dois cavalos-mecânicos Axor 2640 e 2644 destinados às operações com bitrem e rodotrem, além do semipesado Atego 1725 indicado para diversas aplicações.

O ótimo desempenho do setor de agronegócios na região de Ribeirão Preto vem impulsionando as vendas de caminhões Mercedes-Benz. “No caso específico das usinas do setor sucroalcooleiro, principal atividade agrícola regional, houve um crescimento de negócios em torno de 30% este ano em relação a 2006 e este ótimo resultado já está garantido também para 2008”, diz Ronaldo Cesquim, gerente de vendas da Ribeirão Diesel, concessionário local da marca Mercedes-Benz.

O desempenho de vendas do concessionário vem seguindo esse ritmo de crescimento. No período de janeiro a março deste ano foram comercializados 37 caminhões extrapesados, propiciando à revenda a expressiva participação de 37% do total de vendas na sua área de atuação. Desse volume, 100% dos modelos tiveram como destino a atividade canavieira. No ano passado, o concessionário contava com uma participação de 16% nas vendas de extrapesados, com 13 veículos comercializados.

Com relação aos veículos, a montadora explica que o Axor 3344 é um caminhão para severas operações fora-de-estrada como, por exemplo, o transporte de cana-de-açúcar da lavoura para as usinas, enfrentando principalmente estradas de terra, solo pouco compactado e topografia acidentada. A capacidade máxima de tração(CMT) do modelo é de 123 toneladas.

O modelos Axor 2640 e 2644 graneleiros são indicados para o transporte de produtos agrícolas a granel e em sacos, cereais (soja, milho, trigo e outros) e insumos agrícolas, entre outros. Os modelos podem ser utilizados em multicomposições como bitrem e rodotrem, atingindo capacidade máxima de tração (CMT) de 80 toneladas.

O semipesado Atego 1725 é indicado para operações entre cidades e para transporte rodoviário de curtas distâncias, atendendo aplicações de atacadistas, cerealistas, operadores logísticos, autônomos, hortifrutigranjeiros, frigoríficos, material de construção, defensivos agrícolas, entre outras.

O Atego 1725 sai de fábrica na versão 4×2 com capacidade de 16.000 quilos de peso bruto total – PBT. Este caminhão pode ser equipado no mercado com terceiro eixo, transformando-se num veículo 6×2, o que aumenta seu PBT para 23.000 quilos.

Envie um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

css.php