Toyota Hilux 2009

O mecânico Leonardo Silva, premiado no projeto Feras da Oficina Nakata, alerta como descobriu um problema na suspensão dianteira de uma Toyota Hilux 2009, que havia trocado os amortecedores. Segundo ele, o ajuste indevido acabou provocando quebra das buchas inferiores.

Funcionário da Auto Mecânica São Gabriel, de Marília/SP, Leonardo afirma que a picape chegou na oficina com queixa de rangidos na dianteira e que, ao inspecionar as borrachas, notou que as buchas inferiores dos amortecedores estavam quebradas e deformadas. “O aperto incorreto danificou as buchas dos amortecedores. Um pequeno detalhe que poderia ter evitado o prejuízo e retrabalho, se o reparador tivesse tido alguns cuidados e menos pressa na execução do serviço”, conta.

Para evitar danos como esse aos componentes da suspensão, o mecânico alerta que é fundamental ficar atento aos posicionamentos e apertar da maneira certa, conforme orientações do fabricante. Ele lembra que o aperto final deve ser feito com o veículo apoiado no chão, quando a suspensão está em seu ângulo normal de trabalho. “Ao contrário, no elevador ou cavalete, o conjunto fica forçado para baixo”, explica. O problema foi resolvido com a compra de dois amortecedores novos.

Leonardo lembra, ainda, que a pressa na rotina da oficina é a causa para ocorrências como essa. “Muitas vezes, o profissional agiliza a entrega, mas acaba fazendo o conserto de uma forma errada. O prejuízo não demora para chegar”, orienta.

A promoção Feras da Oficina Nakata premia as melhores dicas todos os meses. Para participar, basta acessar https://www.ferasdaoficinanakata.com.br.