Manutenção preventiva pode evitar despesas

Apesar de cerca de 60% dos proprietários de automóveis  fazerem manutenção preventiva, conforme   levantamento realizado nas oficinas da Avel, concessionária Volkswagen, contra 40% que ainda não adquiriram este hábito, o volume ainda é considerado baixo diante dos transtornos e custos adicionais que os motoristas podem ter durante as viagens em feriados prolongados ou férias.  “As manutenções e reparos de rotina ajudam a evitar e despesas extras e as conseqüências financeiras pela falta de checagem do motor pela falta de podem custar até seis vezes mais do que se o motorista tivesse feito a revisão, informa o gerente de pós-vendas da concessionária”, Nehemias Oliveira Martins.  Ele cita como exemplo a simples troca de uma correia dentada, que custa R$ 318,76 instalada e que pode ultrapassar os R$ 2.500,00 no caso de quebra, porque como conseqüência exige a troca do cabeçote completo, o tensor e óleo do motor. Além disso, provoca o empenamento das válvulas.  Para Martins, o principal motivo que leva os carros a quebrarem nas estradas é a falta de manutenção preventiva.

 

Envie um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

css.php