Magneti Marelli equipa off road flex

A divisão Powertrain da Magneti Marelli fecha contrato com a Mitsubishi para fornecer o sistema Software Flexfuel Sensor para o modelo Pajero TR4 2.0 16 válvulas, nas versões com transmissão mecânica e automática. Com isso, a empresa passa a equipar um automóvel bi-combustível off road com tração 4×4, com ambas opções de transmissão.

O Software Flexfuel Sensor é um programa de computador inserido no módulo de comando da injeção eletrônica, também conhecido como centralina. Esta tecnologia faz com que o veículo possa rodar com álcool, gasolina, ou qualquer mistura dos dois combustíveis, sem perda de potência

Segundo a empresa, cada carro que circula com sistema flex fuel reduz em até 12% o índice de emissões de gases CO2 na atmosfera, um dos principais causadores do efeito estufa.  Além disso, atualmente, dos 15 milhões de automóveis e comerciais leves que circulam pelo País, 3,3 milhões estão equipados com a tecnologia flex fuel e 2,1 milhões circulam com o motor à álcool.

Em 2011, estima-se que a frota brasileira chegará a 30 milhões, dos quais 50% terão tecnologia bicombustível. Para Silverio Bonfiglioli, presidente da divisão Powertrain e representante da Magneti Marelli no Mercosul, a redução da porcentagem de gases poluentes na atmosfera pelo Brasil poderá representar grande vantagem ao país. “Essa redução é bastante favorável ao meio ambiente. Mas também temos a questão do crédito de carbono. Com a expansão da frota de veículos leves flex fuel, o Brasil acumulará grande índice de redução de emissões de CO2 e poderá comercializar o seu crédito de carbono com outros países, conforme prevê o Protocolo de Kyoto”, conclui.

Envie um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

css.php