Inverno dificulta ignição de veículos movidos a álcool

Durante o período de baixas temperaturas é comum a maioria dos veículos movidos a etanol apresentar dificuldade de ignição. De acordo com a fabricante NGK, o inverno faz com que a as velas desgastadas tenham menor desempenho na hora de ligar um veículo parado por um logo tempo.

A empresa não recomenda que o motorista insista em ligar o motor nestas situações, porque as velas podem encharcar de combustível, gerando um problema maior. O ideal é aguardar com o carro desligado até que o combustível evapore por completo. Esse tempo varia de carro para carro e pode levar até 30 minutos.

“O motor movido a etanol pode apresentar problemas em dias frios porque esse combustível exige temperaturas elevadas para mudar seu estado físico e provocar o funcionamento do motor, ao contrário da gasolina que evapora rapidamente”, explica Ricardo Namie, chefe da Assistência Técnica da NGK.

Segundo a marca, quando o carro está abastecido com gasolina e é feita a troca para etanol, ou de etanol para gasolina, é necessário dirigir o veículo de 8 a 15km antes de estacioná-lo por longo período, para que o sistema reconheça o combustível presente no tanque e reprograme a estratégia de funcionamento do motor inclusive a partida a frio.

Dicas para partida a frio em veículos movidos a etanol:

1) Certificar-se com freqüência de que as velas estão em plenas condições de uso;

2) Fazer a manutenção no reservatório de gasolina

3) Trocar a gasolina do reservatório, a cada 90 dias, e abastecê-lo constantemente para que o combustível se renove sempre

4) Verificar se o sistema de partida a frio está realmente operando (injetando).

5) Verificar se não há vazamento de combustível no sistema de partida a frio.

Envie um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

css.php