Instituto GM capacita mulheres carentes

Para capacitar mulheres carentes que moram em Indaiatuba/SP, o Instituto General Motors – IGM participa de um projeto social expressivo, local onde a empresa mantém o Campo de Provas da Cruz Alta (CPCA), que completará 33 anos de existência em julho próximo. Trata-se do “Projeto Ruty Cassiano” – expandindo horizontes, que tem por objetivo a capacitação profissional de 40 mulheres carentes, principalmente na área de costura industrial. O projeto resulta de um convênio entre o IGM, Prefeitura Municipal de Indaiatuba, Fundo Social de Solidariedade de Indaiatuba e GK – Consultoria em Projetos Sociais.

Para José Carlos Pinheiro Neto, vice-presidente da GM do Brasil e vice-presidente do Conselho de Mantenedores do IGM, o projeto faz parte da estratégia social da empresa de apoiar projetos na área educacional e na formação de mão-de-obra qualificada, priorizando os municípios onde mantemos atividades industriais ou comerciais.

Envie um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

css.php