Superbanner - Texaco (30/08 a 24/01/24)

Ibama e Inmetro lançam etiqueta única para carros

A partir de 2011 os carros fabricados no Brasil deverão sair com uma etiqueta de certificação do Ibama e do Inmetro, com informações sobre a eficiência energética e as emissões de poluentes. A medida foi aprovada no dia 15/12 por meio da unificação da Nota Verde, que classifica os veículos leves de acordo com as emissões de poluentes e a etiqueta do Programa Brasileiro de Etiquetagem Veicular (PBEV), assinada pelos presidentes do Ibama, Abelardo Bayma, e do Inmetro, João Jornada.

A portaria também tem a finalidade de definir novos critérios de fixação do percentual do IPI (Imposto sobre Produto Industrializado) para veículos automotores com base em indicador ambiental/eficiência energética, para a substituição dos veículos a combustão.

Para João do Inmetro a iniciativa provocará uma concorrência positiva entre as montadoras, que vão se preocupar em produzir veículos mais eficientes, com baixa emissão de poluentes e com baixo consumo de combustível. “As indústrias terão a oportunidade de colocarem a sua expertise no campo ambiental e da  sustentabilidade”, observou.

Já Abelardo do Ibama comentou que a portaria é uma medida estruturante e fortalece a importância da sinergia e convergência de ações entre os Institutos. “A nova classificação dos veículos em relação aos níveis de emissão de poluentes e a eficiência energética são uma importante ferramenta de estímulo ao consumo consciente e ao processo de melhoria contínua da indústria”, afirmou.

A metodologia utilizada pelo Programa de Controle da Poluição do Ar por Veículos Automotores (Proconve), com os indicadores de eficiência energética do PBEV, leva em consideração as seguintes condicionantes:

• A união dos indicadores ambientais e de eficiência energética não implica qualquer alteração nos critérios de classificação dos dois instrumentos;

• Os valores de emissão de poluentes passam a ser divulgados, também, na Etiqueta Nacional de Conservação de Energia (ENCE), do PBEV, sob o título Energia e Ambiente;

• O valor de CO2 (Dióxido de Carbono) divulgado na etiqueta será o declarado ao PBEV pelo fabricante ou importador do veículo.

Envie um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

css.php