Harley-Davidson destaca importância da troca do fluido de freio em motos



A Harley-Davidson do Brasil ressalta a importância da troca do fluido de freios em suas motocicletas. A fabricante afirma que conforme o fluido de freio envelhece, suas propriedades químicas se deterioram e, se não for substituído, pode ocasionar danos ao sistema de frenagem. A recomendação é fazer a troca a cada dois anos, sempre por fluido DOT 4.

Conforme explica a empresa, os freios podem desenvolver uma enorme quantidade de calor, particularmente quando usados de maneira repetida ou dependendo do modo como são acionados. Assim, outra coisa a ser considerada sobre o fluido de freio é o seu ponto de ebulição, que pode ser afetado pelo teor de água absorvido.

O DOT 4 tem como base o glicol e é higroscópico, ou seja, absorve água. A ebulição converte qualquer água do fluido em gás. Como o gás pode ser mais comprimido e o líquido não, quando o fluido de freio entra em ebulição, pode fazer com que a alavanca ou o pedal do freio fiquem mais “soltos” e exija que o piloto bombeie os freios para criar pressão suficiente para, então, a velocidade da motocicleta. A deterioração química e a absorção de água alteram as propriedades físicas do fluido de freio DOT 4, o que pode levar a problemas no seu desempenho, incluindo perda de frenagem dianteira ou traseira, afirma a Harley-Davidson.

O fluido do freio (de qualquer tipo, não apenas o DOT 4) também deve ser reposto toda vez depois que a tubulação do freio, o cilindro-mestre ou a pinça de freio forem desmontados. A substituição também é necessária sempre que a alavanca ou o pedal do freio parecer “esponjoso” ou a qualquer momento em que o sistema de freio tiver sido acionado em um estado “esponjoso”, provocado por fluido em ebulição, mesmo se o funcionamento tiver voltado ao normal.

Envie um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

css.php