Superbanner - Texaco (30/08 a 24/01/24)

Goodyear dá dicas sobre o momento certo para a troca dos pneus

Conforme dados da Goodyear, a escolha do pneu correto para o seu veículo é um fator muito importante para a sua segurança, além de representar mais economia para o proprietário e melhor desempenho para o carro.  Pensando nisso, a empresa listou algumas orientações sobre a escolha segura na hora de trocar esses componentes.

20235

– Substitua os pneus por outros da mesma medida recomendada pelo fabricante do veículo.
– No caso de pneus tipo câmara, é recomendável a troca da câmara e do protetor;
– É recomendada a substituição da válvula ao montar um pneu novo;
– Ao repor apenas dois pneus (no caso de veículos de passeio), instale-os no eixo traseiro do veículo;
– Verifique se o desenho da banda de rodagem, o índice de carga e o símbolo de velocidade são compatíveis com o recomendado pela montadora ou com o tipo de serviço do veículo;
– Nunca monte pneus de dimensões ou construções diferentes em um mesmo veículo, exceto quando indicado pela montadora;
– Nunca misture pneus de marcas, medidas, tipo de construção (radial ou convencional) ou desenhos da banda diferentes, assim como pneus novos com usados no mesmo eixo do veículo;

Ainda segundo a Goodyear, é possível utilizar pneus maiores ou menores que os recomendados, desde que a equivalência dos componentes seja respeitada, ou seja, que se mantenha o diâmetro externo equivalente ao dos pneus originais. Caso você não faça isso, correrá o risco de ter a leitura do velocímetro errada, aumentar demais a altura do automóvel em relação ao chão, causando desequilíbrio e, no caso de ter pneus maiores, poderá haver aumento de consumo, pois o veículo demandará mais força do motor para se movimentar.

De acordo com a empresa, para trocar os pneus no momento certo, o motorista não deve esperar que esses componentes fiquem carecas, pois isso pode causar muitos problemas. Segundo a Resolução 558/80 do Contran, carros equipados com pneus que apresentem profundidade de sulco inferior a 1,6mm estão em situação irregular e podem ser apreendidos. As consequências de rodar com pneus nestas condições podem ser:

– Maior risco de estouro do pneu;
– Instabilidade do veículo em pistas molhadas, devido à aquaplanagem;
– Aumento da possibilidade de derrapar, principalmente em curvas;
– O veículo solicita maior espaço para executar uma frenagem segura.

Para que reconhecer quando os pneus estão ficando desgastados, verifique os indicadores de desgaste. Eles estão sempre no alto do costado, identificados por um triângulo ou pela expressão TWI (aparecem de quatro a oito vezes em toda volta do pneu). Nesta mesma direção, no fundo dos sulcos (na banda de rodagem) existe um ressalto de borracha de 1,6mm que indicará o momento exato da troca dos pneus.

Envie um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

css.php