Superbanner - Texaco (30/08 a 24/01/24)

FPT lança tecnologia que controla entrada de ar no motor

A FPT Powertrain Technologies apresentou nesta segunda-feira (31/08) uma nova tecnologia que gerencia a admissão de ar para dentro do motor, com o objetivo de reduzir a emissão de poluentes e aumentar a economia de combustível. Batizada de MultiAir, o sistema tem acionamento eletroidáulico das válvulas, permitindo o controle do ar admitido pelo motor, com capacidade ainda de aumentar a potência em até 10%.

O MultiAir foi desenvolvido para equipar todos os tipos de motores: a álcool, gasolina, gás ou até mesmo diesel, sendo que a primeira aplicação será no Alfa Romeu MiTo, na Europa, a partir de setembro. Com essa tecnologia é possível atingir a mistura ar-combustível mais próxima do ideal, de acordo com as condições do veículo em um determinado momento.

A engenharia da marca explica que o controle da potência é feito pela dosagem do ar aspirado e o sistema de injeção garante a injeção do combustível necessário para a queima. A quantidade de ar é condicionada à abertura das válvulas por meio da abertura do corpo de borboleta e da abertura das válvulas de admissão.

O funcionamento do MultiAir é feito com o auxilio de um pistão, movido por um came mecânico, conectado à válvula de admissão por meio de uma câmara hidráulica controlada por uma válvula solenóide. Então é feito o controle do tempo de fechamento e abertura da válvula solenóide, que por sua vez, permite várias programações de abertura das válvulas de admissão para passagem do ar no motor.

Entre as vantagens do sistema para motores a gasolina ou flex, a FPT destaca o aumento da potência em até 10%, torque otimizado em 15% em baixas rotações, melhora da combustão, redução de 10% de emissões e de consumo de combustível. Se necessário, pode ser aplicado num motor turboalimentado sem nenhum problema, e assim reduzir em até 25% o consumo.

A diretoria da FPT declarou que o preço do motor não vai ser muito elevado por conta do sistema, mas não sabe especificar o quanto. Para a empresa, o Multiair representa para os motores gasolina e flex a mesma evolução que o Common Rail foi para os motores diesel.

Envie um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

css.php