FPT adapta motor F1C da linha Iveco Daily às normas Proconve P7

A FPT Industrial está apresentando o motor F1C, que equipa a Linha Iveco Daily, com incrementos para atender às normas do Proconve P7. Entre as mudanças estão a adoção do turbo de duplo estágio e o sistema EGR (sigla em inglês para Recirculação dos Gases de Exaustão) com gerenciamento totalmente eletrônico pela central de injeção. De acordo com a fábrica, as vantagens se traduzem em melhor desempenho, com o aumento de 10% na potência máxima, e redução de 9% em consumo de combustível.

10157

Segundo a FPT, o motor de quatro cilindros em linha e 16 válvulas tem como destaque o turbo de duplo estágio (Dual Stage) composto por duas turbinas que funcionam em série. O sistema possui apenas uma válvula wastegate, o que faz com que a turbina menor funciona todo o tempo, enquanto a turbina maior atua quando o motor atinge rotações mais altas, garantindo que o torque permaneça na faixa máxima por mais tempo (de 1.250 rpm a 3.000 rpm).

10158

A fabricante conta que esse funcionamento, além de melhorar o desempenho, deixa o motor mais “elástico”, e também reduz o consumo e as emissões de CO2. A adoção do turbo de duplo estágio obrigou a fabricante a fazer algumas alterações, como o novo suporte direito do motor, que oferece alívios para passagem de tubulações de óleo proveniente das turbinas, e um novo cárter.

10159

Além do turbo, o F1C ganhou eficiência com outras mudanças, como a nova geometria dos pistões, novos injetores de combustível piezométricos (com controle eletrônico, até cinco vezes mais rápidos e precisos), aumento de 13% na pressão de injeção do sistema Common Rail (que passou de 1.600 bar para 1.800 bar) e nova central de injeção com interface eletrônica de comunicação integrada (CAN) que permite o monitoramento de parâmetros de funcionamento de todo o conjunto veículo/motor, como por exemplo o nível de deterioração do óleo do motor.

10160

 Entre os sistemas de controle de emissões para adequar o motor ao Proconve P7, a FPT aplicou no F1C no sistema EGR (que dispensa o uso de Arla 32), que reduz a emissão de NOx (óxidos de Nitrogênio) dos gases de exaustão por meio de recirculação de parte deles, direcionando-os novamente para a câmara de combustão. Devido a esse sistema, foram aplicados novos coletores de escape e de aspiração, além de uma nova polia eletromagnética do ventilador, que passou de duas para três velocidades, o que, segundo a FPT, diminui o nível de ruído e melhora a performance do sistema de refrigeração do veículo.

Com motor e nova transmissão de seis marchas com alavanca no painel, o modelo ficou até 9% mais econômico. Também por isso o F1C Dual Stage ganhou em potência e torque. O Daily Truck 70C17, por exemplo, ficou 8% mais potente (de 156 para 170 cv) e ganhou 13% mais torque (que passou para 450 Nm). Nos modelos 45S17 e 55C17 a potência é de 170 cv e o torque de 400 Nm. No 35S14, passou de 136 para 147 cv e o torque máximo passou de 300 Nm para 350 Nm.

Ficha técnica do motor FPT F1C Dual Stage

Deslocamento: 3.0l

Combustível: Diesel

Potência máx.: 170cv @ 3.500rpm

Torque máx.: 400Nm @ 1250rpm

Taxa de compressão: 17,5 : 1

Diâmetro x Curso: 95,8mm x 100,4mm

Emissões: Euro V

Sobrealimentação: turbo charger after cooler

Peso: 260kg (configuração standard)

Envie um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

css.php