Superbanner - Texaco (30/08 a 24/01/24)

Fabricante das Baterias Heliar explica a importância da reciclagem de baterias

626-HELIAR-JOHNSON-CONTROLS

Durante o evento “1º Encontro DPaschoal sobre impactos ambientais das oficinas automotivas”, realizado no dia 25 de novembro, em São Paulo, a Johnson Controls Power Solutions, fabricante das baterias Heliar, esteve representada no evento pelo gerente de contas globais Eduardo Migliatti, entre outros profissionais. Segundo ele, o volume de resíduos gerados por veículos e motocicletas, entre os quais pneus, amortecedores, filtros e baterias, cresceu em volume juntamente com a frota de veículos, que em 10 anos saltou de 24 milhões para 50 milhões, de acordo com dados do Denatran (Departamento Nacional de Trânsito).

Em sua exposição durante o evento, Migliatti informou que as baterias de carros e motos são compostas, basicamente, por caixa de polipropileno, chumbo e ácido, materiais nocivos a pessoas, animais e meio ambiente, mas que se descartados corretamente e reciclados podem ser totalmente reaproveitados. Segundo ele, a caixa de polipropileno é 100% reciclável, o tratamento dado ao chumbo recupera 99,9% de sua pureza permitindo que ele volte a ser utilizado na fabricação de baterias, enquanto o ácido, depois de neutralizado, volta a ser utilizado em baterias e outros itens.

O executivo explica que a Johnson Controls, desde 2005, faz a reciclagem de seus produtos por meio do programa global Ecosteps, através do qual a fabricante já reciclou mais de 8 milhões de baterias e, até 2020, pretende atingir a marca de 30 milhões no Brasil. Todo o processo é realizado por fornecedores homologados pela Johnson Controls e certificados pelos órgãos competentes, afirma. “Atualmente, a Johnson Controls conta com 127 pontos de distribuição de baterias no Brasil, que são também responsáveis pela coleta dos produtos inservíveis, sejam eles das nossas marcas ou não”, ressalta.

Migliatti reforçou que a Johnson Controls tmantém um trabalho constante de conscientização com revendas, distribuidores e clientes. “Temos um grupo interno que controla ações relacionadas a cuidados com o meio ambiente”. Ele ainda orienta que, por meio do site Ecosteps (www.ecosteps.com.br), qualquer pessoa pode acionar a equipe da Johnson Controls para a retirada de uma bateria que foi descartada indevidamente. Na página também há informações para aqueles que querem aderir ao programa. “Existem leis relacionadas ao descarte correto de bateria, mas os cidadãos também podem contribuir com a fiscalização”, ressalta Migliatti.

Envie um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

css.php