Fábrica da Volkswagen em São Carlos exportará virabrequim para a Alemanha



A fábrica da Volkswagen do Brasil em São Carlos/SP amplia cada vez mais sua presença no mercado externo, no que diz respeito a componentes. A unidade irá exportar 5 mil unidades de virabrequim, uma das peças vitais do motor, na versão 1.0 TSI, para a fábrica de Chemnitz, na Alemanha.

O Presidente e CEO da Volkswagen da América do Sul e Brasil, Pablo Di Si, reforça que a Volkswagen do Brasil é uma empresa que gera divisas para o País ao ter as exportações como parte de seu DNA, uma vez que é a maior exportadora da história da indústria automobilística brasileira, com mais de 3,6 milhões de unidades enviadas a 147 países desde 1970.

“A relevância da Volkswagen do Brasil pode ser comprovada com números: somente em 2017 as exportações da empresa movimentaram mais de R$ 5,4 bilhões, o que representa um crescimento na receita de mais de R$ 1,4 bilhão em relação a 2016. Além de automóveis e comerciais leves, enviamos também para outros países componentes, como é o caso da exportação de blocos, virabrequim e motores completos produzidos a partir de São Carlos”, comenta.

Com capacidade para produzir 1.000 unidades/dia e 17 etapas de produção, a linha de usinagem de virabrequim fabrica as peças para serem utilizadas nos motores EA211 nas versões 1.0l TSI; 1.4l TSI e 1.6l MPI. O virabrequim, também conhecido como árvore de manivelas, na qual são fixados os conjuntos de bielas e pistões, é responsável por transformar a energia produzida pela combustão em torque, que é enviado às rodas e movimenta o carro.

Envie um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

css.php