Especialista explica a importância de revisar o veículo após as viagens

Já é de senso comum que o carro deve sempre ser revisado antes de pegar a estrada, mas pouco se fala sobre a importância de inspecionar a condição do veículo após as viagens, já que grandes viagens podem desgastar o carro e causar problemas. Assim, uma inspeção de diagnostico no veiculo após transitar longas distâncias é uma atitude preventiva que pode poupar dinheiro e aumentar a segurança. Quem afirma é o engenheiro André Vieira, gerente de serviços regulamentados da Dekra.

O engenheiro afirma que as irregularidades do asfalto podem afetar a condição dos pneus, das rodas e da suspensão do carro. Por isso, é importante que o mecânico observe o estado dos amortecedores, molas, bandejas e o alinhamento da direção. André também recomenda que se faça o rodízio de pneus, o que, segundo ele, compensa o desgaste e ainda preserva a durabilidade do produto.

Outro item que influencia diretamente na segurança e é afetado por longas viagens são os freios. Pastilhas, sapatas, discos e tambores de freio devem ser examinados, principalmente, após percursos por serras ou com subidas e descidas acentuadas. O engenheiro ainda lembra que o fluido de freio deve ser substituído anualmente ou a cada dez mil quilômetros rodados.

O sistema de escapamento também pode se danificar nas estradas ao se chocar com pedras e buracos. O mecânico precisa averiguar também as condições do catalisador, já que, segundo André, danos a essa parte podem ocorrer sem que o motorista perceba. Aproveite para verificar outros sistemas que influenciam na exaustão de gases poluentes, como o de ignição (velas, cabos e bobinas), o de arrefecimento e o de alimentação de ar e combustível.

Não esqueça também de inspecionar itens de segurança como palhetas de limpador de vidros (atentar para o ressecamento da borracha), e as luzes de freios e faróis. “Fazer uma inspeção de diagnostico e verificar tudo o que esta fora do lugar após longas viagens é, antes de mais nada, uma atitude preventiva, que reforça a segurança do motorista e dos passageiros”, alerta Vieira.

Envie um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

css.php