Superbanner - Texaco (30/08 a 24/01/24)

Entidades na Automec 2015 tem depoimentos otimistas na abertura do evento

A cerimônia de abertura da Automec 2015, no Pavilhão de Exposições do Anhembi, reuniu representantes do setor automotivo e outras personalidades. É a 12ª edição do evento, que acontece de 7 a 11 de abril.

19153

Em seu discurso, Paulo Butori, presidente do Sindipeças (Sindicato Nacional da Indústria de Componentes para Veículos Automotores), disse que o mercado de reposição vai revigorar as forças do setor automotivo. “Hoje, a frota chegou a 41,5 milhões de veículos e se não compramos carros novos, consertamos o que usamos”, afirmou. Ele destacou que a inspeção técnica veicular e de emissões e a renovação da frota também devem ser pautas do governo e que as exportações devem movimentar o setor.

Antonio Fiola, presidente do Sindirepa Nacional (Sindicato da Indústria de Reparação de Veículos e Acessórios) destacou o crescimento da frota de veículos, que a categoria mantém em funcionamento. Segundo Fiola, números comprovam que a inspeção trouxe inúmeros benefícios ao meio ambiente, à saúde da população e para a mobilidade nas cidades. Citou também que o setor de reposição tem trabalhado para regulamentar o projeto de lei que regulamenta as oficinas, que, entre outros quesitos, exige um responsável com 400 horas de treinamento na oficina.

Francisco de La Tôrre, presidente do Sincopeças-SP (Sindicato do Comércio Varejista de Peças e Acessórios de Veículos do Estado de São Paulo), disse que a feira deu salto de qualidade em conteúdo, apresentando fóruns, palestras e debates. A inspeção veicular também foi tema em seu discurso.

Renato Giannini, presidente da Andap/Sicap (Associação Nacional dos Distribuidores de Autopeças/Sindicato do Comércio Atacadista Importador, Exportador e Distribuidor de Peças Rolamentos, Acessórios e Componentes para Indústria e para Veículos no Estado de São Paulo), ressaltou a magnitude do setor e da feira, que conta com a representação de mais de 1,2 mil marcas. “Apesar de a economia mostrar sinais de enfraquecimento o setor está se desenvolvendo”, comentou.

Ao final do evento, Margarete Gandini, representante do MDIC (Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior), falou que é momento de pensar no futuro e em ações de médio e longo prazo e para isto convocou uma reunião para discussão de uma agenda conjunta para garantir o crescimento e fortalecimento do setor.

Em seguida, a Roland Berger apresentou estudo do mercado brasileiro de reposição automotivo, desenvolvido em conjunto com o Sindipeças, Sincopeças-SP e Sindirepa-SP, que revelou que o setor deve cresce 4,6% ao ano.
A feira, que espera receber 70 mil visitantes nos 78 mil m², tem apoio do Sindipeças e co-apoio da Andap/Sicap, Sindirepa-SP e Sincopeças-SP.

Envie um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

css.php