Troca dos Rolamentos Dianteiros Honda Fit 2008

 

Acompanhe o procedimento para a substituição dos rolamentos dianteiros do Honda Fit 2008, que vale para os veículos deste modelo fabricados desde 2003

Texto: Edison Ragassi
Fotos: Vanderlei Vicário

 

O rolamento é um item de segurança. Sua eventual quebra pode provocar o travamento de roda e consequente acidente com prejuízos materiais e principalmente físicos. Como medida de segurança, recomendamos a inspeção periódica a cada 20.000 km e substituição destes rolamentos a cada 70.000 km e aos pares. Na manutenção de rolamentos com sistema ABS os cuidados devem ser redobrados”. Explica Cristiano Ferreira, consultor técnico da SKF do Brasil, fabricante de rolamentos automotivos.

 

Os sintomas anunciados pelos rolamentos quando não oferecem mais a performance necessária em trabalho são: os ruídos e estalos na região das rodas.

 

Por se tratar de um componente de precisão, o processo de substituição exige atenção e cuidado para não comprometer a peça nova e os outros componentes adjacentes que integram o conjunto.

 

Nesta edição, mostramos o passo a passo da troca dos rolamentos dianteiros em um Honda Fit 2008 com sistema de freio ABS. Este procedimento é válido
para os veículos deste modelo fabricados entre 2003 e 2008, com e sem auxilio de frenagem. O mecânico deve ficar atento ao lado que é colocado o rolamento no cubo nos veículos com ABS.

 

Desmontagem

 

1. Eleve o carro. Para detectar ruído ou folga no rolamento, utilize o estetoscópio.

 

ed-268-motor

 

2. Aproxime o estetoscópio do amortecedor e gire a roda.

 

ed-268-motor

 

3. Aperte o cavalete do freio e coloque o estetoscópio na base do rolamento localizada abaixo da pinça. Neste caso também apresentou ruído.

 

ed-268-motor

 

Obs. Caso não tenha o estetoscópio, a avaliação pode ser feita com uma chave de fenda aproximando ao ouvido, porém, não é tão preciso.

 

4. Retire a roda.

 

ed-268-motor

 

5. Com uma chave Philips, remova os parafusos do disco de freio.

 

ed-268-motor

 

6. Solte a porca da homocinética com uma chave 32 mm estriada ou sextavada.

 

ed-268-motor

 

7. Remova o cavalete completo com pinça de freio.

 

ed-268-motor

 

8. Após soltar o cavalete, utilize arame ou barbante para segurar o cavalete. Assim ele não ficará balançando, o que pode comprometer o flexível.

 

ed-268-motor

 

9. Depois, remova o disco de freio.

 

ed-268-motor

 

10. Utilize um alicate para remover a trava do pivô e a cupilha do terminal de direção.

 

ed-268-motor

 

11. Com uma chave 17 mm, solte a porca do terminal de direção e o pivô.

 

ed-268-motor

 

12. Com o uso do sacador, remova o terminal de direção do knuckle (manga de eixo).

 

ed-268-motor

 

13. Solte o parafuso de fixação inferior do amortecedor com duas chaves 17 mm.

 

ed-268-motor

 

14. Com uma chave de 10mm solte o parafuso do sensor do ABS e desconecte-o.

 

ed-268-motor

 

15. Remova a homocinética.

 

ed-268-motor

 

16. Remova a porca do pivô e com o uso do sacador, remova o pivô e leve o knuckle (manga de eixo) para a bancada.

 

ed-268-motor

 

17. Com a chave philips, remova os parafusos da chapa defletora.

 

ed-268-motor

 

18. Utilize a prensa para sacar o rolamento. O processo é feito em duas etapas. Com o calço, apoie a manga de eixo. Cuidado para não danificar a chapa defletora.

 

ed-268-motor

 

19. Com um alicate de trava interna, retire o anel elástico, em seguida, coloque na prensa.

 

ed-268-motor

 

20. Na prensa, é necessário uma ferramenta que apoie o rolamento por completo. Neste caso, foi utilizado um prolongador.

 

ed-268-motor

 

Obs: O recomendado é substituir o cubo junto com o rolamento. Caso seja necessário reaproveita- lo, é preciso fazer a medição com um micrômetro (25 mm até 50 mm), para isso, o anel interno deve ser retirado. Utilize ferramenta específica para este fim. Caso a ovalização ultrapasse 0,05 mm, é necessário substituir o cubo. “Toda a ovalização do cubo será passada para o anel interno e vai comprometer o funcionamento do rolamento. O mesmo ocorre com a manga de eixo (knuckle), a ovalização no furo vai refletir no anel externo do rolamento. Ao retirá-lo, se estiver com manchas escuras em 180° dos dois lados, é sintoma de que a manga de eixo está ovalizada. O interior do furo também apresentará manchas e, para confirmar, é necessário fazer a medição com o súbito. Antes de medir, verificar eventuais oxidações no alojamento do rolamento na coluna, na existência deverão ser removidas com auxílio de uma lixa d’água de grana 300 ou 400 embebida em querosene, diesel ou guarrás afim de retirar as impurezas. Na medição, se a ovalização for superior a 0,05 mm, a peça deverá ser substituída”, explica Cristiano.

 

ed-268-motor

 

ed-268-motor

 

Montagem

 

Obs: O processo de montagem é o inverso da desmontagem, porém, alguns cuidados devem ser tomados. No momento de instalação verificar se as ferramentas de montagem (ferramentas para prensagem do rolamento) estão imantadas, caso estejam, não utilizar
as mesmas, pois caso as use, a placa magnética do rolamento será danificada.

 

21. Verifique o lado do ABS, para os rolamentos que possuem sensores ABS integrados (encoders placa na cor marrom). Deve-se montá-lo com essa placa voltada para o lado do sensor ABS na torre (lado da homocinética). Caso contrário, a luz do ABS no painel permanecerá acesa e com o ABS inativo.

 

ed-268-motor

 

22. Ao usar a prensa para pressionar o rolamento na manga de eixo, a ferramenta tem que ter o mesmo tamanho do anel externo. Se for pressionado pelo anel interno, irá comprometer a pista do rolamento.

 

ed-268-motor

 

23. Coloque a manga de eixo de ponta-cabeça na prensa. Coloque ferramenta redonda de apoio que serve de suporte para a prensa. Mantenha o conjunto alinhado e depois prense. Quando sentir a resistência pare a prensagem.

 

ed-268-motor

 

24. Coloque a chapa defletora.

 

ed-268-motor

 

25. Apoie o cubo e certifique-se de que está bem alinhado.

 

ed-268-motor

 

26. A ferramenta de auxilio a prensagem deve estar apoiada na parte circular. Não apoie nos prisioneiros, pois, pode danificá-los.

 

ed-268-motor

 

27. Vire a peça e utilize uma ferramenta que pressione pelo anel interno.

 

ed-268-motor

 

28. Verifique se o conjunto está alinhado e faça a prensagem.

 

ed-268-motor

 

29. Leve ao veículo, monte o pivô.

 

ed-268-motor

 

30. Coloque a homocinética.

 

ed-268-motor

 

31. Coloque o disco de freio.

 

ed-268-motor

 

32. Coloque e aperte os parafusos do cavalete de freio.

 

ed-268-motor

 

33. Coloque o terminal de direção.

 

ed-268-motor

 

34. Aperte a torre do amortecedor.

 

ed-268-motor

 

35. Encoste o terminal de direção, pode ser feito com a pneumática. O aperto final deve ser feito com a chave.

 

ed-268-motor

 

36. Aperte o pivô.

 

ed-268-motor

 

37. Coloque a cupilha de travamento do pivô.

 

ed-268-motor

 

38. Coloque a cupilha no terminal de direção.

 

ed-268-motor

 

39. Aperte o cavalete do freio.

 

ed-268-motor

 

40. Com uma chave 10 mm, conecte o sensor do ABS.

 

ed-268-motor

 

41. Confira todos os apertos.

 

42. Aperte a porca da homocinética até encostar.

 

ed-268-motor

 

43. O aperto final deve ser feito com o torquímetro
(180 Nm).
do ABS.

 

ed-268-motor

 

44. Com o punção, faça a travagem da porca.

 

ed-268-motor

 

45. Coloque a roda e aponte os parafusos.

 

ed-268-motor

 

46. Antes de abaixar o carro, gire a roda e verifique se não aparece barulho. Verifique também a folga.

 

47. Para finalizar, abaixe o carro e torqueie a roda, neste caso utilize 100 Nm.

 

ed-268-motor

 

48. Bombeie o freio do veículo, já que foi recolhida a pinça e as pastilhas podem estar separadas do disco de freio.

 

49. Realize o procedimento de alinhamento da suspensão, afim de corrigir a geometria recomendada pelo fabricante do veículo.