DaimlerChrysler diz que negocia possível venda da Chrysler

A DaimlerChrysler anunciou há poucos dias que está negociando a venda de sua deficitária unidade norte-americana Chrysler, a qual teve um prejuízo de 1,1 bilhão de euros em 2006, com queda nas vendas em torno de 100 mil veículos. A atual crise na Chrysler é atribuída a falhas de planejamento dos modelos e ao aumento dos preços dos combustíveis.

Dieter Zetsche, presidente-executivo da montadora, disse que a empresa está conversando com alguns parceiros que demonstraram interesse na aquisição.

Para Henning Gebhardt, diretor de equities do braço administrador de fundos do Deutsche Bank, DWS, que tem participação de cerca de 4,4% na DaimlerChrysler, tudo segue de acordo com o plano, mas os acionistas querem ação da empresa. De acordo com Hans-Richard Schmitz, acionista representante do grupo DSW, a venda da Chrysler é necessária para assegurar que a DaimlerChrysler não se torne ela mesma um alvo de aquisição.

Para o Wall Street Journal, a Mercedes-Benz teme que as pessoas passem a comprar os veículos mais baratos da Chrysler em vez dos modelos fabricados pela marca alemã.

Envie um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

css.php