Superbanner - Texaco (30/08 a 24/01/24)

Cummins e Eaton desenvolvem tecnologia Torqshift para a Ford

ISL
Motor Cummins ISB 6.7 que equipa as versões do Ford Cargo Torqshift


A Cummins, em parceria com a Eaton, produtora de transmissões, desenvolveu um conjunto com tecnologias de motor e transmissão automatizada integrado, que agora passa a equipar seis caminhões médios e semi-pesados da linha da Ford. Chamado pela montadora como Torqshift, a nova gama é formada por seis modelos, com capacidade de 16 a 45 toneladas: Cargo 1723 Torqshift, Cargo 1723 Kolector Torqshift, Cargo 1729R Torqshift, Cargo 2429 Torqshift, Cargo 1729T Torqshift e Cargo 1933T Torqshift, estes dois últimos cavalos-mecânicos.

“Integrar os equipamentos para buscar maior eficiência energética é uma tendência global, a exemplo da parceria Cummins e Eaton já existente em outros mercados”, diz Eidy Arima, engenheiro sênior de aplicações da Cummins Latin America.

Segundo a Cummins, o projeto foi iniciado com a Eaton no Brasil em 2014 e, naquele mesmo ano, o pacote otimizado foi entregue à Ford. No processo de desenvolvimento, os desafios foram nos ajustes de calibração e software do motor para uma melhor comunicação e sincronização com a transmissão automatizada, que permite trocas automáticas ou manuais, com 10 ou 16 marchas, conforme o modelo da Ford Caminhões.

De acordo com Amaury Rossi, diretor de Negócios da Eaton, “as transmissões que equipam os novos caminhões Ford Torqshift foram pensadas para o mercado brasileiro, levando em conta as severidades das aplicações, aumento de carga, topografia, intensidade de engate, entre outros. É a única transmissão para este segmento com relação total de marcha de 17:1, que em conjunto com os propulsores Cummins e a integração dos softwares propicia resultados excelentes de performance e economia de combustível”.

“O Torqshift equaliza os efeitos de diferentes estilos de condução, provendo ao motorista a melhor condição para o momento do veículo de acordo com a velocidade, relevo e terreno. É um sistema inteligente que entrega a opção ótima de potência e torque dos motores Cummins alinhados com a troca de marcha”, comenta Arima.

A tecnologia Torqshift, de acordo com a Cummins, diminui o consumo de combustível, além de reduzir o desgaste do equipamento e proporcionar maior disponibilidade do caminhão. Outra grande vantagem é o conforto. A troca de marchas automatizada conforme rotação dos motores Cummins reduz a exaustão do motorista.

As novas versões Torqshift do Ford Cargo 1723 de seis cilindros receberam motorizações Cummins ISB 6.7 de 230 cv, assim como os modelos 1729 e 2429, porém com a entrega de 290 cavalos de potência. A nova linha 1933 traz sob o capô o motor Cummins ISL 8.9 capaz de gerar 334 cavalos de potência.

Envie um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

css.php