Cuidados com o veículo em temperaturas baixas

Cuidados com o veículo em temperaturas baixas - Foto: divulgação/DPaschoal
Cuidados com o veículo em temperaturas baixas – Foto: divulgação/DPaschoal

 

Apesar de o Brasil ser um país onde as baixas temperaturas mais severas acontecem principalmente nas regiões sul e sudeste, a manutenção adequada do carro durante essa temporada é fundamental para garantir a segurança e seu desempenho.

Devido a estas condições adversas, um dos principais problemas está relacionado à partida do veículo, pois em baixas temperaturas as condições para ignição do veículo são alteradas. Algumas dicas para o bom funcionamento dos veículos nessa época do ano são:

 

Fluido de Freio

Devido às variações térmicas do período do inverno, o fluido de freio pode absorver umidade do ambiente. O fluido de freio é higroscópico, o que significa que tem a capacidade de absorver a umidade presente no ar. A umidade tende a entrar no sistema de freio por meio de vários pontos, como a tampa do reservatório ou as mangueiras, especialmente se estiverem desgastadas ou danificadas. A presença de umidade no fluido de freio é um problema porque pode levar à formação de bolhas de vapor durante o uso dos freios. O vapor é compressível, ao contrário do fluido, o que pode resultar em perda de eficiência no sistema de frenagem e comprometer a segurança do veículo.

 

Bateria

O frio pode reduzir a capacidade de carga da bateria. As baterias de chumbo-ácido, que são comumente usadas em veículos automotores, são particularmente afetadas pelas baixas temperaturas. A capacidade de uma bateria está relacionada à reação química que ocorre dentro dela para gerar eletricidade. Em temperaturas mais baixas, a velocidade dessa reação química diminui, o que resulta em uma redução na capacidade de carga da bateria. Portanto, durante o inverno ou em condições de frio intenso, a capacidade da bateria pode diminuir significativamente. Além disso, o frio também aumenta a resistência interna da bateria, o que dificulta a liberação de energia. Isso significa que a bateria pode ter dificuldade em fornecer a corrente necessária para dar partida no veículo ou para alimentar os sistemas elétricos. Portanto, é importante verificar regularmente a carga da bateria e limpar os terminais para garantir uma conexão sólida são atitudes que mantêm seu bom funcionamento. Hoje, há equipamentos os quais possibilitam o teste da carga das baterias, e informam através de relatórios se as mesmas ainda estão em boas condições de uso.

 

Filtro de Cabine

Nos dias mais frios, a utilização do sistema de ventilação do veículo é maior, por isso, o filtro de cabine e a higienização do ar-condicionado são essenciais, pois o filtro retém poeira, poluentes e alérgenos presentes no ar externo, proporcionando um ambiente interno mais limpo e saudável. Além disso, ajuda a manter uma boa visibilidade dos vidros – durante o inverno, é comum ocorrer maior umidade dentro do veículo devido às condições climáticas. Um filtro de cabine obstruído ou sujo pode restringir o fluxo de ar que entra no sistema de ventilação e, consequentemente, dificultar o desembaçamento dos vidros. Substituir o filtro de cabine regularmente assegura uma circulação adequada de ar, o que ajuda a prevenir o embaçamento dos vidros e a manter uma visibilidade clara. Assim, é recomendado verificar o manual do veículo para determinar a frequência de substituição adequada.

 

Sistema de partida a frio

Projetado para fornecer combustível adicional ao motor durante a partida, tornando mais fácil e rápida a ignição do motor em temperaturas frias, o sistema possui um reservatório (na maioria das vezes localizado debaixo do capô do motor) que precisa estar sempre abastecido com gasolina. Algumas recomendações para o período de inverno:

  • Utilizar combustível de boa qualidade, como gasolina aditivada ou premium, para melhor vaporização em temperaturas baixas;
  • Evitar acelerar excessivamente o motor antes de desligá-lo para evitar acúmulo de combustível não queimado;
  • Verificar regularmente o nível dos fluidos dos veículos;
  • Ter paciência ao dar partida, pois o motor pode demorar mais para ligar em temperaturas baixas e;
  • Consultar o manual do proprietário para informações específicas sobre o sistema de partida a frio e cuidados no inverno.

 
 

Para o analista de Processo da DPaschoal, Evandro Leal, os carros precisam de alguns cuidados especiais durante o período de baixas temperaturas, por isso é importante estar sempre atento a possíveis sinais que podem surgir. “Cada veículo se comporta de maneira diferente durante o inverno. Seguindo essas dicas de manutenção, certamente o motorista estará mais bem preparado para lidar com as condições desafiadoras durante essa estação. Além disso, em alguns pontos do Brasil, é importante ajustar a condução em relação ao clima e às condições das estradas, reduzindo a velocidade e aumentando a distância de seguimento por conta da alta incidência de neblina e até estradas com finas camadas de gelo. É importante manter a manutenção adequada do veículo para garantir a segurança de todos”, confirma Evandro.

Envie um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

css.php