Continental DOT pneu

Já implementado no Brasil, o DOT (Departament of Transportation) foi criado nos Estados Unidos para padronizar as informações nos pneus, como tamanho, largura, validade e ano de fabricação. A Continental explica como identificar as informações do DOT, composto por treze dígitos incluindo números e letras.

O primeiro bloco indica a fábrica em que o pneu foi produzido, ganhando um dígito adicional. Nos pneus da Continental, por exemplo, a fábrica no Brasil tinha o número 65 e agora recebeu o número 1 na frente.

O segundo bloco passa a ter seis componentes, entre números e letras, indicando a medida do pneu e o modelo. A novidade, segundo a empresa, é que essas informações agora estão juntas em um só bloco. Na sequência, aparecem quatro algarismos: os dois primeiros informam a semana e os dois últimos o ano em que o pneu foi produzido.

A lateral do pneu possui ainda diversas outras informações revelantes para motorista, como o tipo de construção (radial, tubeless – sem câmara – ou tube type – com câmara de ar) e a dimensão, trazendo sempre, nessa ordem, largura em milímetros, altura em porcentagem e diâmetro da roda em polegadas.

O próximo dado é a descrição de serviço do pneu: 83V, por exemplo, indica o índice de carga e o símbolo de velocidade. Empregando a tabela de equivalência, significa que esse pneu é capaz de suportar até 487 kg a uma velocidade de 240 km/h.

No caso de pneus assimétricos, o DOT vem impresso na lateral externa, enquanto nos modelos simétricos ele aparece apenas em uma das laterais – como eles podem ser montados independentemente do lado, recomenda-se que a lateral com DOT fique exposta para a face externa.