Conheça as vantagens do catalisador SCR corrugado

Umicore catalisador SCR corrugado

Umicore explica que o catalisador SCR corrugado oferece benefícios no uso em pesados e destaca os pontos de atenção na manutenção

 

Presente em motores diesel, o Catalisador de Redução Seletiva (SCR) atua para transformar os gases tóxicos do óxido de nitrogênio (NOx) em nitrogênio e água, vapores inofensivos à saúde. O componente é feito com substratos cerâmico e corrugado, sendo este último uma solução de alta eficiência na reposição para os veículos pesados, conforme destaca a Umicore.

“O componente é formado por uma folha flexível, ativa e resistente às altas temperaturas. Essa folha é plissada e enrolada, formando canais para passagem dos gases de exaustão, o que permite a otimização de material catalítico internamente revestido, gerando maior atividade. Mais um destaque é que a menor densidade da peça possibilita um aquecimento mais rápido, resultando em um light-off acelerado”, diz Migue Zoca, gerente sênior de Aplicação do Produto da Umicore.

A empresa esclarece que o catalisador SCR corrugado também possui um sistema morfológico trimodal, com micro, meso e macro poros, o que permite que os gases tóxicos alcancem com mais facilidade as camadas catalíticas, aumentando a eficácia da conversão. Com isso, o resultado é uma redução de até 95% das emissões de NOx.

Para evitar problemas, a Umicore recomenda a checagem regularmente do sistema, com a importância da revisão preventiva. Isso inclui verificar o estado do motor, pois ao longo do tempo o consumo de óleo lubrificante aumenta gradualmente, o que pode contaminar o catalisador.

Outro aspecto que merece atenção é o uso de Arla 32. Utilizar um produto de origem duvidosa pode levar a problemas na formação adequada de amônia e também pode ocorrer cristalização, entupindo a face do catalisador. “Isso amplia o custo de manutenção e eleva a poluição ambiental”, explica Zoca.

O mesmo vale para a qualidade do combustível. “Nunca se deve utilizar um combustível que não está especificado no manual do veículo ou de má procedência. Isso prejudicará o catalisador, por conter uma maior concentração de enxofre e outros contaminantes, levando à falha na peça”, completa.

Envie um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

css.php