Como saber a hora da manutenção das juntas homocinéticas

Como saber a hora da manutenção das juntas homocinéticas - Foto: divulgação/Nakata
Como saber a hora da manutenção das juntas homocinéticas – Foto: divulgação/Nakata

 

As juntas homocinéticas transmitem a força do motor para as rodas, sendo responsáveis pela força motriz que sai da caixa de transmissão e chega às rodas para que elas tracionem. De acordo com o coordenador de Assistência Técnica e Garantia da Nakata, Leandro Leite, é fundamental revisá-las periodicamente para conferir as condições dessas peças já que, quando danificadas, podem gerar ruídos e também perder a tração.

“Os motoristas devem ficar atentos aos principais indícios de que as juntas homocinéticas chegaram ao fim de sua vida útil, como estalos ao esterçar o volante ou ruídos, ao acelerar e desacelerar, quando o carro estiver rodando em linha reta”, alerta Leandro.

Já os mecânicos, na hora da manutenção, devem verificar o estado da coifa que deve estar preservada. Se a coifa estiver furada, resíduos podem contaminar a graxa e acelerar o desgaste da peça. Ao constatar qualquer anomalia na coifa o ideal é retirar a junta homocinética, lavá-la, e, fazer uma análise mais profunda, se desgastadas, deve-se efetuar a troca.

“Abraçadeiras também devem ser avaliadas, pois quando frouxas pode ocorrer vazamento do lubrificante e permitir a entrada de abrasivos e quando muito apertadas, cortar a borracha. Por isso, é importante usar alicate especial e torquímetro para efetuar a fixação das abraçadeiras e o aperto da porca da junta”, destaca o coordenador.

Entre os motivos para a quebra da junta homocinética podemos destacar problemas na geometria da direção, falta de lubrificação adequada, sobrecarga do sistema de transmissão, seja pela condição do piso ou pela agressividade no modo de condução do veículo.

Envie um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

css.php