Cofap amplia linha de pastilhas de freio para motocicletas

Cofap amplia linha de pastilhas de freio para motocicletas - Foto: divulgação/Cofap
Cofap amplia linha de pastilhas de freio para motocicletas – Foto: divulgação/Cofap

 

A Marelli Cofap anunciou o lançamento de pastilhas de freio para motocicletas com o objetivo de ampliar as opções em seu portfólio. Ao todo, oito novas opções estarão disponíveis para atender as marcas Dafra, Honda, Kawasaki, Shineray, Sundown, Suzuki, Triumph e Yamaha. Os novos códigos se juntam aos outros 40 que já são comercializados, cobrindo 80% da frota circulante no país.  

Composta por uma base metálica que recebe o material de atrito, as pastilhas são classificadas em três categorias: orgânicas, semimetálicas e metálicas. As orgânicas são indicadas para motos de até 300 cilindradas, as semimetálicas são recomendadas para as motocicletas entre 300 e 600 cilindradas de uso urbano, rodoviário e off-road, já as metálicas são apropriadas para as motos de maior cilindrada que necessitam de maior potência de frenagem e resistência a fadiga.  

 

Sinais que indicam a necessidade de substituição das pastilhas e patins 

 

As pastilhas, juntamente com os patins de freios, são dois dos principais responsáveis para garantir a segurança do motociclista. Componentes que sofrem intenso desgaste, podem comprometer a segurança da moto caso não seja substituído no tempo correto.  

O principal sinal da necessidade da troca é a emissão de ruídos metálicos provenientes das rodas. Caso identifique o sinal, é recomendado procurar uma oficina mecânica de confiança para verificar o estado das pastilhas e dos patins, efetuando a troca em caso de necessidade.  

 Dicas para garantir uma vida útil maior as peças 

 

  • Verificar com frequência e ajuste a folga dos manetes e dos pedais;  
  • Observar se o cabo de acionamento necessita de lubrificação ou troca, caso a motocicleta tenha freio dianteiro a tambor; 
  • Conferir a regulagem dos freios próxima ao cubo das rodas;  
  • Regular a altura do manete conforme a preferência de quem vai pilotar; 
  • Verificar o nível de fluido de freio em motocicletas com freio a disco; 
  • Com a moto no cavalete central, girar as rodas para conferir se há empenamentos nos discos,  
  • Freios com acionamento “borrachudo” podem ser reparados, muitas vezes, com sangria do sistema de fluido de freios.  

Envie um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

css.php