Superbanner - Texaco (30/08 a 24/01/24)

Cacá Bueno vence a Stock Car em Interlagos; piloto de categoria de acesso sofre acidente fatal

Contando com a má sorte de seus adversários, o tricampeão Cacá Bueno (Red Bull Racing) venceu a segunda etapa da temporada 2011 da Stock Car, que aconteceu no autódromo de Interlagos neste domingo. Largando ao lado do pole-position, Ricardo Maurício (Eurofarma RC), perdeu a segunda posição na largada para Marcos Gomes (Medley Full Time), mas graças a problemas nos pit-stops de ambos, Cacá herdou a liderança e se manteve firme até a bandeirada.

7323

Seu companheiro, Daniel Serra, chegou em segundo e fez a dobradinha da equipe Red Bull. Em uma corrida de recuperação, Daniel saiu do sétimo lugar até o pódio, chegando a pressionar seu companheiro de equipe em certos momentos. Ricardo Maurício ainda conseguiu garantir o terceiro lugar, fazendo seus primeiros pontos na temporada.

7325

Na largada, Marcos Gomes, 3º no grid, ultrapassou Cacá Bueno e pressionou o pole Ricardo Maurício. A briga pela liderança seguiu até a volta 9, quando Ricardo fez sua parada nos boxes. Ao sair, o tanque de reabastecimento ficou preso ao carro. O piloto teve que parar e esperar a retirada do tanque, o que custou segundos preciosos na briga pela vitória. Já Marcos fez seu pit-stop duas voltas depois, e também teve problemas quando voltou a acelerar, levando presa ao seu aerofólio uma das mangueiras das pistolas pneumáticas de troca de pneus. Algumas voltas depois, o motor de seu carro falhou, fazendo o piloto abandonar a prova.

7322

Enquanto isso, Cacá Bueno se valia de um ritmo sólido de corrida e um trabalho de box perfeito para garantir sua primeira vitória em 2011. “Na verdade nossa corrida começou lá em Curitiba. Grande parte da nossa dobradinha foi por causa da análise humilde e cuidadosa dos dados que a gente tinha sobre a primeira corrida”, contou Cacá. “Fizemos um planejamento completamente diferente para São Paulo e contei um pouco com sorte. Depois de um começo de temporada ruim, a gente conseguiu comemorar. O ano começou para a gente nesse final de semana. Ainda falta um pouco de velocidade, mas encontramos um ritmo”, concluiu o tricampeão da categoria.

7324

Novamente largando em uma posição ruim, Thiago Camilo (RCM Motorsport) veio da 13ª para a quarta posição, assegurando a liderança do campeonato com 39 pontos, contra 32 de Max Wilson (Eurofarma RC), vice-líder, que também fez ótima corrida de recuperação, saltando do 17º lugar no grid para o quinto posto.

Confira o resultado da 2ª etapa da temporada 2011 da Stock Car, em Interlagos:

1º) Cacá Bueno (Red Bull Racing) – Peugeot – 27 voltas (em 46min16s193)
2º) Daniel Serra (Red Bull Racing)- Peugeot – a 1s086
3º) Ricardo Maurício (Eurofarma RC) – Chevrolet – a 2s176
4º) Thiago Camilo (RCM Motorsport) – Chevrolet – a 16s653
5º) Max Wilson (Eurofarma RC) – Chevrolet – a 23s959
6º) David Muffato (Itaipava Racing) – Peugeot – a 27s184
7º) Duda Pamplona (Officer ProGP) – Chevrolet – a 27s781
8º) Ricardo Zonta (RZ Crystal Racing) – Chevrolet – a 28s360
9º) Átila Abreu (AMG Motorsport) – Chevrolet – a 29s088
10º) Popó Bueno (Comprafacil.com/A.Mattheis) – Chevrolet – a 35s453
11º) Felipe Maluhy (Officer ProGP) – Chevrolet – a 36s424
12º) Luciano Burti (Itaipava Racing) – Peugeot – a 36s538
13º) Valdeno Brito (Esso Mobil Super Racing) – Chevrolet – a 39s655
14º) Julio Campos (Scuderia 111) – Peugeot – a 47s596
15º) Lico Kaesemodel (RCM Motorsport) – Chevrolet – a 48s742
16º) Betinho Valerio (Amir Nasr Racing) – Peugeot – a 48s899
17º) Willian Starostik (Amir Nasr Racing) – Peugeot – a 49s231
18º) Diego Nunes (Bassani Racing) – Peugeot – a 49s938
19º) Eduardo Leite (Hot Car Competições) – Chevrolet – a 50s835
20º) Denis Navarro (Bassani Racing) – Peugeot – a 53s281
21º) Alceu Feldmann (Comprafacil.com/A.Mattheis) – Chevrolet – a 55s539
22º) Tuka Rocha (BMC Vogel) – Chevrolet – a 56s098
23º) Nonô Figueiredo (Esso Mobil Super Racing) – Chevrolet – a 1min03s491
24º) Rodrigo Sperafico (JF Racing) – Peugeot – a 1min22s397

Não completaram:
Rodrigo Navarro – JF Racing – a 7 voltas
Xandinho Negrão – Medley FullTime – a 12 voltas
Cláudio Ricci – Crystal Racing Team – a 12 voltas
Marcos Gomes – Medley FullTime – a 14 voltas
Alan Hellmeister – Scuderia 111 – a 14 voltas
Giuliano Losacco – Hot Car Competições – a 19 voltas
Allam Khodair – Blau Vogel – a 20 voltas

Tragédia na Copa Montana

Na categoria de acesso à Stock Car, um acidente envolvendo vários carros matou o piloto Gustavo Sondermann, de 29 anos. Com a corrida acontecendo sob forte chuva, na volta 4, o piloto foi tocado por Tiago Geronimi e bateu forte na Curva do Café, que antecede a Reta dos Boxes. O carro de Sondermann ricocheteou de volta para a pista e foi acertado em cheio por dois carros, entre eles Pedro Boesel, que sofreu fraturas no ombro e tornozelo. Sondermann teve traumatismo craniano grave e parada respiratória ainda em pista, sendo reanimado na ambulância. No final da tarde de domingo, o boletim médico do Hospital São Luiz confirmou a morte cerebral do piloto em decorrência de hemorragia cerebral e traumas no crânio e na nuca. Até a madrugada de hoje, a família ainda o mantinha com os aparelhos ligados.

 

Envie um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

css.php