Advertisement




A Bosch anuncia os números do fechamento de seu ano fiscal de 2017. Segundo a empresa, as vendas totais chegaram a R$ 6,1 bilhões na América Latina, incluindo exportações e vendas das empresas coligadas, o que representou um aumento de 7% quando comparado a 2016. “A América Latina continua a ser uma região estratégica para a Bosch e o nosso desempenho positivo reforça isso”, comenta o presidente da Robert Bosch América Latina, Besaliel Botelho.

A análise feita pela empresa aponta que as operações do grupo no Brasil foram responsáveis por 80% do volume de vendas na América Latina, atingindo 4,9 bilhões de reais, sendo 28% gerados a partir das exportações. Os mercados Latino Americano, Norte Americano e Europeu continuaram sendo os principais destinos dos produtos fabricados. Quanto ao número de funcionários, 2017 fechou com cerca de 10 mil colaboradores, sendo 8.300 deles no Brasil. Para 2018, a marca espera que este quadro permaneça estável.

Investindo em soluções de retrofit, a Bosch busca possibilitar que o setor industrial brasileiro conecte suas máquinas de forma mais rápida e econômica. Apesar das máquinas no país estarem em operação há 17 anos, sensores da marca alemã agem como gateway de internet, permitindo que ocorra maior conectividade para essas linhas de produção. Soluções como manutenção preditiva, monitoramento das condições e comunicação máquina a máquina são algumas medidas que devem ser tomadas por essas atualizações. “Nossa solução I4.0 retrofit permite aumentar a capacidade de utilização em mais de 10%, enquanto reduz para quase a metade os custos de manutenção, inspeção de máquinas e de peças produzidas”, finaliza Botelho.

- Publicidade -
- Publicidade -