Superbanner - Texaco (30/08 a 24/01/24)

Bosch investe em câmeras automotivas com inteligência artificial



A Bosch explica como as câmeras com inteligência artificial para sistemas de assistência e condução autônoma são importantes para o futuro da mobilidade. Segundo a empresa, são necessárias várias tecnologias, incluindo ultrassom, radar e vídeo, para que os sensores ao redor dos carros autônomos funcionem.

Quando se trata de estrutura e função, as câmeras se assemelham ao olho humano e é por isso que elas serão recursos essenciais para a direção autônoma, além do fato de já desempenharem um papel fundamental na assistência ao motorista. A Bosch conta que conseguiu elevar a tecnologia das câmeras automotivas – e deve estrear nos veículos ainda neste ano.

Uma das novidades, a câmera de vídeo mono MPC3, foi otimizada para lidar com decisões. Para as pessoas, o ato de olhar é uma coisa, mas, na verdade, o reconhecimento do que os olhos veem é outro assunto. Nossos olhos podem ser maravilhas da natureza, mas nós temos fraquezas quando se trata da percepção visual. Não é porque vemos algo, que identificamos e reconhecemos aquilo.

Muitos motoristas envolvidos em acidentes dizem que estavam olhando na direção certa, mas não conseguiram identificar a outra parte – e estima-se que até 50% das colisões no trânsito estão atreladas a este fenômeno. A novidade da Bosch traz uma grande força no reconhecimento confiável de objetos, usando a inteligência artificial. Por exemplo, engenheiros da empresa desenvolveram na câmera o poder de identificar, de forma segura, se a margem da estrada é transitável, mesmo na ausência de marcações na via.

Esta inteligência da câmera é baseada no know-how da Bosch e integrada ao chip, conhecido como V3H, fabricado pela companhia japonesa Renesas. Além disso, a tecnologia pode aprimorar os sistemas de assistência ao condutor já existentes e ampliar o alcance de aplicação.

Envie um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

css.php