Advertisement


  • 5140
  • 5224
  • 5143
  • 5171

Novas tecnologias em peças e serviços trazidas pelos expositores da Automec Pesados geraram a realização de bons negócios. Depois da crise, a participação do mercado de reposição bem aquecido

Carolina Vilanova

 

Uma feira de negócios, com cara de negócios e muitas prospecções para o mercado de reposição. Assim foi a segunda edição da Automec Pesados e Comerciais 2010, que reuniu no Anhembi cerca de 480 empresas do segmento, apresentando seus produtos, equipamentos e serviços voltados para veículos pesados e diesel. A feira foi realizada entre os dias 27 de abril e 1º de maio, no Pavilhão de Exposições do Anhembi, em São Paulo/SP.

 

  • 5142
  • 5216

A segunda edição da Automec Pesados foi um sucesso entre as empresas, sendo que o maior destaque foi o público visitante, quase 30 mil pessoas, que se mostrou focado, qualificado, com intenção de conhecer produtos e fazer negócios.

 

  • 5181
  • 5170

O setor está aquecido e aponta para um ano de resultados positivos para afastar de vez a tal crise que abalou a indústria automotiva no final de 2008, período em que foi realizada a primeira edição da feira que ficou sem a presença de grandes marcas, mas que compareceram nesta edição. Passada a tempestade, o setor está colhendo os bons frutos plantados com os investimentos de 2009, ninguém desistiu e isso fez o mercado voltar a crescer.

 

  • 5212
  • 5218

Basta verificar os números divulgados pelo Sindipeças (Sindicato Nacional da Indústria de Componentes para Veículos Automotores): o faturamento do setor deverá crescer 16,6% este ano e atingir US$ 40,7 bilhões, superando o ano de 2009, que totalizou US$ 34,9 bilhões.

Organizada e promovida pela Reed Exhibitions Alcantara Machado, a AUTOMEC tem apoio das principais entidades do setor: SINDIPEÇAS (Sindicato Nacional da Indústria de Componentes para Veículos Automotores), SINDIREPA/SP (Sindicato da Indústria de Reparação de Veículos e Associados do Estado de São Paulo), ANDAP (Associação Nacional dos Distribuidores de Autopeças), SICAP (Sindicato do Comércio Atacadista de Peças e Acessórios para Veículos de São Paulo) e SINCOPEÇAS (Sindicato do Comércio Varejista de Peças e Acessórios para Veículos no Estado de São Paulo) e SAE BRASIL.

 

Com a palavra, os expositores:

 

“A Automec superou em público, em número de visitantes e na sua qualificação. Apesar da ausência de grandes nomes na exposição, seus representantes e proprietários, tomadores de decisão, estiveram aqui, o que nos permitiu uma recepção personalizada, atingindo nossos objetivos. Tivemos visitas de estrangeiros, principalmente, do Mercosul e, inclusive, fechamento de negócios”, Luiz Mirara, Elring Klinger.

“Foi a primeira vez e gostamos muito da feira, teve um bom público, que tem a ver com o negócio. Tinha menos gente que a Automec normal, mas a qualidade dos visitantes foi muito boa e tinha muita gente focada em exportação. Fizemos relacionamentos e prospectamos novos clientes”, Rogério Ragazzoni, Fras-Le.

“A Automec está bastante interessante pelo movimento e em termos de indústria. Estamos inovando, pois estamos efetuando vendas aqui dentro e tendo muito retorno. Também ministramos palestras técnicas sobre peças genuínas e as vantagens da sua aplicação. A presença de visitantes da América latina foi intensa e muito importante”, Regina Cavinato Barbosa, MWM-International.

“A feira está muito focada, com público do segmento, com perguntas técnicas e comerciais sobre nossos turbos. Tem mais qualidade do que quantidade de pessoas, mas está sendo muito produtiva, principalmente, porque fizemos uma parceria importante com os principais distribuidores do país. Foi um entrosamento muito bom”, Fernanda Silva, Honeywell Garrett.

“O foco dessa segunda participação é diferente da primeira feira, que estava em voltas com o início da crise, em 2008, com a expectativa do que ia acontecer. Agora fizemos marketing de relacionamento, institucionalização da marca e fidelização do cliente. Recebemos muita gente da América do Sul, Roberto del Papa, Frum.

 

  • 5162
  • 5207

 

“Tá muito boa, melhorou 40% da última vez e vai melhorar cada vez mais. Só recebemos pessoas dirigidas que vieram ao estande conhecer os produtos, não houve especulação. Conseguimos realizar bons negócios e prospectar novos clientes”, João Carlo Gardin, Platodiesel.

“Trouxemos novas capas de bicos injetores, nova linha de parafusos de segurança e outros quatro novos tipos de parafusos. A Feira foi ótima este ano e a segmentação trouxe um público está mais seleto”, Cesar Kimio Nagashima, Rodafuso.

“Viemos com o objetivo de apresentar a marca e divulgar a parceria entre a rede e os mecânicos independentes, frotistas etc. Queremos reforçar o conceito de peças genuínas e a linha Renov de remanufaturados. O público está muito receptivo, com duvidas técnicas e ansiosos pela parceria”, Mauro Santos, Mercedes-Benz.

“Na nossa segunda participação o resultado foi bem satisfatório. O pessoal que veio para conhecer nossos lançamentos é interessado e de qualidade. Só achei uma falta de ética o tanto de estande de chineses, estamos muito descontentes com isso, acaba com a feira”, Ricardo Biazola, Usistamp.

 

  • 5223
  • 5217

 

“Essa foi a nossa primeira vez na feira e gostamos muito, está muito focada, com cara de feira de negócios. Lançamos uma bancada de testes que já vendeu muitas unidades, valeu a pena ter investido”, Jefferson Germano, Knorr-Bremse.

“O evento foi muito bom, público alvo bem direcionado. Foi excelente a divisão da linha leve da Feira. A AUTOMEC foi uma ótima oportunidade para a empresa divulgar as suas novidades aos clientes e usuários”, Daniel Zanonato, Duroline.

“Essa edição foi melhor que a anterior e trouxe ao Anhembi clientes e possíveis futuros clientes do segmento. É sempre uma excelente oportunidade de mostrar nossas soluções de serviços, que vão além das peças de reposição”, Evaldo Valero, Scania.

“Tivemos muita procura de clientes da América Latina e também contatos nacionais. As perspectivas de novos negócios são promissoras. Participamos desde a primeira edição da Automec e sempre apoiamos a feira de pesados, que veio para ficar”, Sabine Bossert, BorgWaner.

 

  • 5200
  • 5182

 

“Em termos de visitação e relacionamento foi positiva, tanto de clientes domésticos quanto da América Latina. Está focado assim conseguimos atender melhor os potenciais clientes. Essa é uma feira nova que vai crescer e dar oportunidades para mais empresas brasileiras”, Ricardo Dantas, Eaton.

“Ficamos surpresos com o volume de público e constatamos que é formado por profissionais que nos abordam de forma objetiva. Como o mercado está muito exigente, cada vez o visitante busca mais informações técnicas e capacitação”, Ivan Noda Furuya, Goodyear.

“A Feira surpreendeu positivamente por receber um público muito qualificado e pelo interesse deste público em realizar negócios durante o evento. Recebemos vários visitantes internacionais, o que significa que a divulgação no exterior foi muito boa” – Marisa Martinez, Alfatest.

“Nosso objetivo na primeira participação da Corteco na feira foi apresentar a marca e os produtos que oferece, além dos retentores. Tivemos grandes clientes no estande, um local personalizado, descontraído e interativo, com motivos de uma lanchonete e o tema: Corteco Burguers, um cardápio completo para sua frota”, Luiz Freitas, Corteco.
5192
“Nossa segunda participação foi muito boa, nossos objetivos foram alcançados, que eram a fixação e conhecimento da marca Gaff. Viemos apresentar e divulgar as máquinas de teste de freios e suspensão, que será homologada para a inspeção veicular”, Carlos Basilio, Gaff.

“Os primeiros dias foram mais fracos, mas depois aumentou bastante o movimento. Têm muitos clientes em busca de novidades e nós tivemos lançamentos que atraem o público para o estande. Das duas edições realizadas da feira, essa tomou maior proporção e conta com mais empresas de grande porte”, Roberto Leandro Rodrigues, Universal.

“O evento foi bastante produtivo. Podem chegar a mais de 50% os negócios gerados durante o ano, por conta da feira. A divisão foi sensacional, porque agora temos clientes mais direcionados”, Márcio Jacomussi, ArvinMeritor.