Superbanner - Texaco (30/08 a 24/01/24)

Audi traz o esportivo RS3 Sportback para o Brasil

Chega ao Brasil mais um integrante da linha RS, que denomina os superesportivos da Audi. O modelo RS3, derivado do hatch A3, não reserva sua agressividade apenas ao visual. De acordo com a montadora, o motor que empurra o modelo é um 2.5 turbo, de 5 cilindros, que atinge potência de 340 cv e é capaz de acelerar o modelo de 0 a 100 km/h em 4,6 segundos e levá-lo à velocidade máxima de 250 km/h, limitada eletronicamente.

8658

O propulsor do modelo, denominado 2,5 TFSI tem 2.480 cilindradas, tem potência específica de 137,1 cv por litro e torque máximo de 45 kgfm, com uma curva que mantém a força constante dos 1.600 aos 5.300 rpm. O bloco mede 49 cm de comprimento e pesa 183 kg graças ao material utilizado, ferro fundido de grafite vermicular, que oferece alta resistência e leveza ao mesmo tempo. O resultado é um carro mais leve (1.575 kg no total) e uma melhor distribuição de peso, o que favorece a dirigibilidade e a economia de combustível.

8662

A Audi explica ainda que o turbocompressor gera até 1,2 bar de pressão de alimentação e o intercooler tem taxa de eficiência de mais de 80%. Todos os motores turbinados a gasolina da montadora possuem injeção direta de combustível FSI, tecnologia que, aliada ao turbo, permite uma alta taxa de compressão (10:1) e eficiência elevada. Conforme dados da Audi, o RS3 faz 11 km por litro de combustível e emite 212 g de CO2 por km. O motor conta ainda com o auxílio do KERS, sistema regenerativo que recupera energia quando o carro desacelera, semelhante ao utilizado na Formula 1.

8660

A transmissão S tronic de sete velocidades contam com a tecnologia de dupla embreagem, que deixa as marchas ficam pré-engatadas, executando a mudança em centésimos de segundo. O câmbio pode ser operado em modo automático ou por meio de borboletas no volante (shift paddles). Já o sistema de tração integral permanente quattro tem como elemento central uma embreagem multi-plate controlada eletronicamente para alcançar uma melhor distribuição de propulsão por eixo.

8664

A montadora explica que, sempre que ocorre um deslizamento em um dos eixos, uma bomba elétrica intervém em milésimos de segundos para aumentar a pressão de óleo nas placas da embreagem, permitindo o redirecionamento do torque conforme a necessidade. Para ajudar a manter o carro nas curvas, as suspensões traseira (tipo four-link) e dianteira (tipo McPherson) estão ancoradas em subchassis e tiveram seus cursos ampliados. Molas e amortecedores foram redesenhados, o que deixou o carro 25 milímetros mais baixo. As rodas de 19 polegadas são de alumínio com polimento e acabamento em titânio, e os pneus tem medidas 235/35 (na dianteira) e 225/35 (na traseira).

8663

Entre outras caractetísticas mecânicas que denotam a esportividade do modelo são a direção de pinhão e cremalheira, que tem relação de marcha esportiva direta de 16.2:1, O sistema de freio tem discos internamente ventilados com 370 mm na dianteira e 310 mm, na traseira. Se o motorista preferir uma condução ainda mais esportiva, o Sistema Eletrônico de Estabilização (ESP) oferece um modo Sport e pode ser desligado por completo.

8659

No interior, o RS3 traz bancos dianteiros esportivos, volante multifuncional em couro, alavanca de transmissão e instrumentos especialmente concebidos para esta versão. O sistema de informação do condutor exibe a pressão do turbo e a temperatura do óleo, assim como um contador de voltas com cronômetro para o caso de utilização do veículo numa pista de corrida. Outros equipamentos de série do modelo são o sistema de estacionamento traseiro, controle de temperatura, sistema de som Bose e faróis em xenon plus com luzes diurnas em LED.

De acordo com a Audi, até 2012 o Brasil deve receber 20 unidades do RS3 Sportback e os primeiros modelos já foram comercializados ao preço de R$ 298 mil.

Envie um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

css.php